Atualidade

Madrasta de Gabriel Cruz confessa homicídio

13 Março, 2018

madrasta

Ana Julia, de 43 anos, a companheira do pai de Gabriel Cruz, confessou às autoridades ter assassinado o menino de 8 anos.

Ana Julia, de 43 anos, a companheira do pai de Gabriel Cruz, confessou às autoridades ter assassinado o menino de 8 anos. As informações estão a ser avançadas pela Cadena Ser. “Respondeu a todas as perguntas que foram feitas e está a colaborar”, revelaram fontes ligadas à investigação ao El País. O interrogatório demorou oito horas. Ana Julia disse que discutiu com o menor e acabou por o assassinar com um golpe, estrangulando-o depois.

Ana Julia foi detida no domingo, quando apanhada pelas autoridades a transportar o corpo no porta bagagens do seu carro.

LEIA TAMBÉM: Multidão tenta agredir madrasta de Gabriel

Ana Julia Quedaza tentou, nos últimos dias, convencer os pais de Gabriel a oferecer uma recompensa de 10.000 mil euros a quem desse informações sobre menino.

Quando desapareceu, o menino de oito anos estava em casa da avó Carmen, em Las Hortichuelas, em Espanha. Filho de pais separados, era habitual passar dias em casa da avó paterna. Nessa manhã, brincou em casa dos primos. No dia seguinte era feriado e não tinha aulas.

RECORDE: Pai de Gabriel destroçado

Foi a casa da avó, onde almoçou, e voltou para junto dos primos, para mais uma tarde de brincadeira. A avó ficou a vê-lo à porta enquanto Gabriel percorreu cerca de 80 metros. Até casa dos primos faltariam uns 20, mas o menino nunca lá chegou.

Leia a notícia em atualização em impala.pt.

partilhar | 0 | 0