Amor e Sexo

Diário de Maria: «As minhas filhas não me compreendem e criticam-me»

20 Novembro, 2019

diário

O consultório da Revista Maria relata casos reais e responde a perguntas dos nossos leitores, com a ajuda da Dra. Ana Bárbara Silva.

«Tenho 60 anos e há dois anos perdi o meu marido. Ele esteve muito tempo acamado e tratei dele o melhor que pude, numa entrega total. Agora que ele morreu, sinto que é tempo de viver a minha vida. Não gosto de estar sozinha e tenho um grupo de amigos (homens e mulheres) com quem saio muito. As minhas filhas não me compreendem e criticam-me. Estarei errada?» Anónima

Lamento a sua perda. Nunca é fácil lidar com a morte, ainda por cima de alguém com quem partilhou a sua vida.

A psicóloga aconselha

Não há forma certa ou errada de fazer o luto. Parece-me que aceitou a situação e que sente que fez o melhor que conseguiu. Isto é ótimo, pois permite-lhe seguir em frente e compreender que merece ser feliz. É fantástico estar socialmente ativa e ter um grupo de amigos. Não há nada pior do que o isolamento. Não creio que esteja errada. Talvez as suas filhas estejam a projetar em si algum sentimento que não tenham resolvido. Aconselho uma conversa esclarecedora.

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top