Amor e Sexo

Eles também são inseguros! Estes são os medos que os homens não revelam na hora do sexo

29 Junho, 2020

Podem até armar-se em garanhões, mas quando chega a hora da verdade, muitos deles acabam por revelar-se autênticos póneis...

A forma como as mulheres estão a encarar o sexo, hoje em dia, está a deixar o homens assustados. Sabemos o que queremos e sabemos, sobretudo, que temos direito a ter prazer.

Esta realidade está a deixar o sexo masculino à beira de um ataque de nervos. Eles estão a tornar-se medrosos e têm cada vez mais problemas em satisfazer-nos.

Conhecer os seus pontos fracos pode ter uma dupla função. Ajudá-los e, assim, melhorar a vida sexual do casal, ou usar esse conhecimento para pôr em prática uma deliciosa vingança. Qual prefere?

Conversas entre amigas

Nada os assusta mais do que as conversas que temos com as nossas amigas. Eles sabem que gostamos de partilhar experiências sexuais e isso deixa-os ansiosos. O famoso tribunal das casas de banho costuma ser cruel e eles sabem-no bem.

Fogosidade da parceira

Eles são valentes com as fracas, mas fracos com as valentes. Falam muito, mas basta encontrarem uma mulher com vontades mais fincadas para se acobardarem.

Comparações

Eles dizem que não se importam, mas, na realidade, detestam comparações com os parceiros anteriores. Neste capítulo, eles só ouvem a pior parte.

Mesmo que lhes digamos que nunca ninguém nos deu tanto prazer, basta cair no erro de referir que o deles não é o maior pénis que já experimentámos para provocar uma insegurança difícil de ultrapassar. Homem que é homem tem de ser sempre o maior a todos os níveis.

Não nos entendem

É de uma injustiça cruel! Somos tão fáceis de agradar e, mesmo assim, eles garantem que não nos entendem. Para sermos felizes, queremos apenas uma coisa.

Que façam tudo o que queremos. Será assim tão difícil de perceber? Seja como for, eles continuam a queixar-se e alguns entram mesmo em paranoia por causa disso. Vá-se lá entender os homens!

Perceber a anatomia feminina

Vulva, clítoris, lábios maiores e menores, ponto G. Alguns homens precisam mesmo de um GPS para dominar a anatomia das mulheres.

Eles até têm noções, mas como o desejo costuma mudar de mulher para mulher, a maioria fica confusa e stressada.

Não ter desejo

Toda a gente sabe que homem que é homem quer sexo. Quer muito sexo. Sexo a toda a hora e em qualquer lugar. É por isso que a mínima flutuação de desejo sexual é interpretada com um dramatismo digno das tragédias gregas.

Fingir orgasmos

Se gritamos demasiado, é porque estamos a fazer teatro. Se estivermos demasiado contidas, é porque não tivemos prazer. Os homens cismam com a possibilidade de fingirmos o orgasmo.

É uma autêntica fixação. O melhor é deixá-los sempre na dúvida. Assim, eles esforçam-se ainda mais.

Perder a ereção

Noventa e cinco por cento dos homens já teve ou terá um problema de ereção ao longo da vida. Apesar de ser um problema comum, eles vivem esses episódios de forma dramática.

Rapazes, tenham calma que sabemos que a maior parte das vezes estes episódios são esporádicos e estão relacionados com a ansiedade ou o cansaço.

Monotonia

Mau sexo até toleram, afinal de contas, é normal terem dias não, mas o que os rapazes não admitem é que se diga que são monótonos na cama. Isso põe em causa as suas capacidades de bons amantes e isso não pode ser.

Ejaculação precoce

É o pior dos pesadelos para qualquer homem. O medo de acabar antes mesmo de começar assombra os pensamentos dos nossos parceiros.

Com a ajuda certa, este é um problema que pode ser contornado. Contudo, a maioria prefere sofrer em silêncio, por vergonha.

Veja também: 7 ideias para uma semana de sexo fora da rotina. De segunda a domingo, sem parar!
Texto: Redação Ana | Fotos: Pixabay

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top