Amor e Sexo

Perdeu o desejo sexual pelo seu companheiro? Saiba como encontrá-lo novamente

31 Outubro, 2020

sexo

Qual o casal que não passou já por fases de falta de desejo sexual? Se a sua libido anda a preocupá-la, aconselhamos que leia este artigo.

Perder o desejo sexual é mais comum do que possamos pensar. E dependendo da necessidade e da vontade de cada um e de cada casal, a falta de desejo pode representar desde um simples momento passageiro, até algum problema mais sério que deve ser avaliado pelo médico. O medo de não conseguir satisfazer o companheiro deixa muitas mulheres preocupadas que isso possa pôr em causa a relação e pensam até que assim ele “vai procurar fora de casa”.

Claro que receber carinhos é muito importante para que uma pessoa se sinta amada, mas, apesar do sexo ser um fator relevante no relacionamento, não deve ser o único termómetro para o amor. O stress diário, o cansaço, as rotinas, o trabalho, os filhos, aliado a fatores de saúde, podem ser os  motivos que levam à ausência de libido.

É verdade que uma vida sexual saudável é um dos pontos-chave para a realização pessoal e a felicidade conjugal. Por isso, talvez o conselho mais importante seja: não se acomode… porque é possível resolver.

Resolver a falta de desejo sexual

Problemas fora do quarto

Quem anda stressada não tem vontade de sexo. É um facto. É preciso deixar os problemas fora do quarto, relaxar e proporcionar um ambiente descontraído.

Sentimento é afrodisíaco

Se anda insegura em relação ao amor do seu companheiro, é natural que a libido ande em baixo, por isso, peça-lhe amor, atenção e “obrigue-o” a estar mais presente na vida em casal.

Nada de grandes rituais

Existem alguns fatores externos, como um jantar especial, uma noite romântica, que podem estimular o desejo e levar ao clima certo para o sexo. É importante retirar as altas exigências do aspeto sexual e deixar fluir as casualidades.

Conhecer-se bem

Quanto mais você conhece o seu corpo e os ciclos do seu organismo, mais facilmente percebe como funciona a sua libido. Portanto, aposte em si, ame-se e mime-se.

Mais e melhor

Medicamentos que dão um “empurrão” Já existem no mercado medicamentos que ajudam a aumentar a libido feminina. São indicados sobretudo para
mulheres na menopausa ou com perda do apetite sexual. Estas terapias agem no sistema nervoso e os testes têm demonstrado bons resultados. Mas antes de se aventurar, fale com o seu médico.

Corpo são, mente sã

Falamos constantemente na importância para o nosso bem-estar do exercício físico. E a libido não fica fora desta equação. Uma das maneiras mais simples e eficazes de aumentar o apetite sexual é exercitar-se regularmente. A atividade física aumenta a autoestima, mexe com os níveis de testosterona (hormona ligada ao sexo e à sensação de bem‑estar) e mantém o organismo em bom funcionamento, evitando a fadiga mental e o stress. Portanto, faça caminhadas, corridas, vá à natação ou ao ginásio.
Medicamentos que dão um “empurrão”

Já existem no mercado medicamentos que ajudam a aumentar a libido feminina. São indicados sobretudo para mulheres na menopausa ou com perda do apetite sexual. Estas terapias agem no sistema nervoso e os testes têm demonstrado bons resultados. Mas antes de se aventurar, fale com o seu médico.

Leia ainda: Fingir ou não fingir? Signo revela se mente na cama

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 1

 
Top