Casa e Culinária

Poupar na luz em teletrabalho é possível. Comece já reduzir a fatura

1 Fevereiro, 2021

luz casa

Para além do frio que se faz sentir e do confinamento para os próximos tempos, a fatura de eletricidade vai mesmo disparar. Saiba como poupar na luz

Numa altura em que o país voltou a confinar-se, é normal que as faturas da eletricidade, água ou aquecimento aumentem, já que passamos muito mais tempo em casa, o que faz subir o consumo neste tipo de serviços. Poupar na conta da luz é, portanto, uma das prioridades durante este período, pois é dos serviços que mais desequilíbrios fazem nas nossas carteiras ao final do mês.

Não deixe o telemóvel a carregar durante a noite
Assim que a carga do seu telemóvel e de outros aparelhos eletrónicos estiver completamente recarregada, desligue-os da tomada imediatamente. É a melhor forma de evitar gastos desnecessários e de poupar a vida da bateria.

Troque as lâmpadas de casa
Trocar as lâmpadas incandescentes por lâmpadas economizadoras pode parecer um investimento avultado, mas no longo prazo compensa. Se possível, opte pelas lâmpadas LED. São mais caras, mas ao final de um ano poupará cerca de três euros por cada hora de utilização diária.

Tenha atenção ao frigorífico
Se quer poupar eletricidade com este eletrodoméstico deverá ter bastante atenção ao local onde é colocado: deve estar longe de focos de calor, como é o caso do fogão. Não se esqueça de limpar o gelo acumulado com regularidade, já que essa situação obrigará a um consumo de energia superior ao normal.

Lave a roupa a 40ºC
Para quem quer poupar eletricidade e não sabe como, esta é uma ótima dica que nem sempre é lembrada: se regular a temperatura da máquina de lavar roupa para os 40ºC em vez dos 60ºC vai registar uma poupança final de energia de 55%. Não se esqueça de utilizar este eletrodoméstico apenas quando estiver com a carga máxima, até porque só assim poderá rentabilizar os custos de cada utilização.

Diminuir o consumo da luz

Evite a utilização do ar condicionado
Se não consegue passar sem o ar condicionado, saiba que deve mudar o filtro todos os meses, até porque dessa forma pode poupar até 20% da eletricidade gasta por este aparelho. Mas há mais: programe a temperatura consoante as necessidades, sem exagerar e apenas durante o tempo estritamente essencial para refrescar a divisão em causa.

Desligue (mesmo!) os aparelhos
Não se limite a deixar os televisores, computadores e todos os restantes aparelhos eletrónicos similares em stand-by. Pode parecer um gesto inofensivo, mas continua a gastar 25% de energia.

Luzes desligadas
Parece óbvio, mas a maioria das famílias portuguesas não segue à risca este conselho para poupar eletricidade. Se não está a utilizar uma divisão da casa, desligue as respetivas luzes. Vai notar a diferença na fatura da luz.

Desligue o fogão 10 minutos antes de terminar de cozinhar
Ao fazer isto, aproveita o calor acumulado para continuar a cozinhar os alimentos. Lembre-se que perde 25% do calor de cada vez que abre a porta do forno, por isso, tenha atenção a este gesto. Apesar de parecer inofensivo, de cada vez que o faz vai estar a contribuir para um aumento do consumo e de energia.

Isole bem a sua casa
Um bom isolamento da casa permite poupar até 30% do consumo de energia no arrefecimento ou aquecimento das divisões da sua habitação. Dessa forma terá menos necessidade de utilizar sistemas de climatização e sentirá uma diminuição de ruído vindo do exterior.

Deixe o sol entrar

Opte por eletrodomésticos eficientes
Sempre que tiver necessidade de comprar novos eletrodomésticos, tenha atenção à sua categoria: as classes A, A+ e A++ permitem uma maior poupança de energia. Se tiver dúvidas, peça ajuda ao vendedor para encontrar a melhor opção para si e para o seu agregado familiar.

Aproveite a luz natural
Se quer poupar eletricidade todo o ano, não se esqueça de aproveitar a grande quantidade de luz natural que temos em todo o país: no verão seque a roupa ao ar livre e, no inverno, deixe o sol entrar pelas janelas para aquecer de forma natural e gratuita a sua casa.

Seque a roupa ao ar livre
Mesmo no Inverno existem muitos dias com sol. Este gesto vai poupar-lhe dezenas de euros ao final do ano. Está a trocar o consumo energético de mais um aparelho elétrico por um recurso natural a custo zero. Assim sendo, não serão necessárias grandes contas para perceber as vantagens deste gesto ao final do mês.

Aquecer a casa sem gastar uma fortuna…

Tornar a casa mais confortável é um desafio para muitos portugueses no inverno. Mas é possível sem que a fatura da eletricidade não dispare em flecha.

Manter o interior à temperatura recomendada: 21ºC durante o dia e 15-18ºC à noite. Porém, no inverno tal é muito difícil. A solução mais comum será ligar o aquecimento, o que significa gastar mais energia, mas ao diminuir 1ºC poderá reduzir o consumo de energia em 6-7%;

Não desligue o aquecimento nas horas de ausência. A regra é apenas para reduzir o aquecimento, pois se desligar totalmente, a casa esfriará rapidamente, o que levará ao superaquecimento para atingir uma temperatura favorável.

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 1 | 0

 
Top