Família e Carreira

A conversa que deve ter com o seu filho quando este quiser sair à noite!

11 Março, 2019

O que deve dizer aos seus filhos quando estes lhe fazem a terrífica questão: «Mãe, posso sair à noite?». Eis aqui os tópicos e as explicações!

«Mãe, posso sair à noite?». Assim começa quase sempre uma daquelas conversas que os pais não querem ter com os filhos. Mas ela acontece, mais cedo ou mais tarde, e vem quase sempre seguida de «…mas os meus amigos vão».

Especialistas em comportamento parental defendem que negar a saída à noite pode não ser a opção correta. Gera ódios, incompreensões e sentimentos de frustração.

Então o que se deve fazer? Aceitar a saída do filho, saber com quem ele vai, onde e até que horas, dizer para ficar sempre contactável, e estabelecer uma hora para estar em casa podem ser os tópicos para a conversa que tem de ter com ele antes de lhe dizer «vai e diverte-te».

Dê-lhe um voto de confiança … mas com alguns limites e vai ver que e as saídas à noite dos seus filhos não são um inferno para si.

Trate seu filho adolescente como um amigo adulto

Procure ter conversas relaxadas e informais enquanto programas juntos. Use o elogio e a confiança para ajudá-lo a adquirir uma imagem positiva de si mesmo. Reconheça e corrobore os sentimentos de seu filho escutando-o de forma compreensiva e fazendo comentários sem criticar.

Dê-lhe responsabilidade fora de casa

O jovem deve aprender por sua própria experiência e seus próprios erros. À medida que experimenta, aprenderá a assumir responsabilidade sobre suas decisões e ações. Mostre que em tudo há uma causa efeito. Se falhar o horário estabelecido  numa saída à noite, trai a sua confiança e pode não voltar a sair.

Defina horários

Não só para ter uma hora para chegar a casa, mas também para ter um período de descanso e não haver uma alteração do padrão de sono-vigília resultando dos horários do dia da semana e das idas às aulas. Por isso, é preferível deixar o seu filho sair à noite a uma sexta-feira.

Converse sobre os efeitos do álcool

Tem que deixar que beber álcool traz consequências. Assim, se o jovem ainda não tem idade para consumir álcool, não o deve fazer; se já tem, deve fazê-lo com responsabilidade e explicar-lhe o que isso significa e implica.

É indispensável saber de antemão

Para onde vai e qual vai ser o evento, com quem vai – peça o número de telefone de algum amigos ou dos pais para uma situação de emergência -, como vai regressar, a que horas regressa. Defina uma hora concreta para esta em casa, ou à porta da discoteca, caso opte por o ir buscar.

Se as regras não forem cumpridas, deverá ser sempre intransigente na aplicação de um castigo justo.

Fotos: DR

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0