Família e Carreira

Crianças desobedientes. 7 dicas para evitar que os pais gritem por socorro

15 Fevereiro, 2021

As crianças desobedientes podem levar os pais à loucura. Se está à beira de um ataque de nervos, descubra como pode inverter a situação com sucesso.

As crianças desobedientes tiram qualquer um do sério. Um número crescente de pais sente dificuldade em educar os filhos e evitar birras, comportamentos agressivos e atitudes desafiantes. A verdade é que a parentalidade enfrenta, hoje, novos desafios e nem sempre é fácil acompanhar o crescimento dos mais pequenos quando às obrigações familiares se junta uma vida profissional exigente e desgastante.

Menos ainda quando a autoridade dos pais é posta em causa por aquilo que os filhos vêm na televisão e na Internet. Se se revê neste cenário, anote as medidas que lhe propomos.

Como lidar com crianças desobedientes

REGRAS IGUAIS PARA FILHOS E PAIS

Se exige que o seu filho arrume o quarto, também terá de arrumar o seu. Se não quer que ele passe demasiado tempo agarrado ao telemóvel, também não deve fazê-lo e assim sucessivamente. Caso contrário, ele irá interpretar a sua exigência como um castigo e uma injustiça. Além disso, faça valer as regras, imediatamente, sempre que ele infringir uma regra. O mesmo se aplica aos elogios.

REGRAS E LIMITES

As crianças necessitam de regras claras e simples. Os pais devem conversar com os filhos e estabelecer os limites e consequências do mau comportamento ou da desobediência. Não deixe espaço à subjetividade. As regras não devem ser nem demasiado estritas, nem demasiado permissivas.

PAI E MÃE EM SINTONIA

É muito importante que pai e mãe falem a uma só voz e nenhum dos dois deve divergir na forma como é dada educação. Não se esqueça que as crianças são ótimas manipuladoras e que irão usar esta divergência para agirem como bem entendem.

AÇÃO E REAÇÃO

Recompense a criança quando ela seguir as regras e castigue-a quando ela falhar. Mas atenção, os castigos não devem ser demasiado agressivos e devem ser apropriados à idade da criança. O reforço positivo do bom comportamento é muito poderoso, mas não passa necessariamente por brinquedos. O melhor é passar algum tempo a brincar com ele, por exemplo. Além disso, os elogios vindos dos adultos são uma recompensa muito importante
para todas as crianças.

RESPEITE OS HORÁRIOS

Não deixe que as crianças fiquem cansadas ou com fome. A fome e o cansaço também podem ser responsáveis pelo mau comportamento e as birras. Respeite os horários e as rotinas dos seus filhos como a hora de jantar e a hora de ir para cama.

CANALIZE AS ENERGIAS

As crianças precisam de gastar energia. Não fique surpreendida se, depois de um dia inteiro em casa, muito devido ao confinamento, transformarem a sala num enorme espaço de recreio. A melhor forma de ultrapassar esse problema é canalizar as energias dos mais pequenos para atividades mais construtivas como o desporto, por exemplo. Dê os tais passeios higiénicos.

AUTOCONTROLO

Lidar com uma criança indisciplinada exige um certo grau de habilidade e estratégia. Mas o mais importante é você nunca perder o autocontrolo. Não combata gritos com mais gritos. Pelo contrário. Baixe o tom de voz, mas mantenha-se calma, embora rígida e autoritária. Para o seu filho, os seus limites são também os dele. Se gritar, ele também irá gritar.

Leia mais
Alimentos que ajudam a acalmar as crianças e a dormir melhor durante a fase de quarentena

Foto: Pixabay

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top