Família e Carreira

«Parem de me criticar por pedir para desinfetarem as mãos antes de tocarem na minha bebé»

5 Junho, 2019

O mundo da maternidade tem a sua graça. Cada pessoa dá o seu palpite, as mães só sabem criticar-se umas às outras e são poucas aquelas que respeitam a opinião alheia.

O mundo da maternidade tem a sua graça. Cada pessoa dá o seu palpite, as mães só sabem criticar-se umas às outras e são poucas aquelas que respeitam a opinião alheia. A bebé é minha e eu é que sei o que é melhor para ela!

Há quem não tenha a mínima noção da fragilidade de um recém-nascido. E ainda se acha cheio de razão. A minha filha ainda não tem quatro meses e eu já me enervei várias vezes. As visitas são tramadas. Assim que nasce a criança, aparecem lá em casa e, às vezes, nem sequer avisam com antecedência.

Com cerca de duas semanas, a Carolina já tinha recebido dezenas de visitas. Amigos e familiares cruzavam-se na nossa casa e por lá ficavam durante horas. Não era uma visitinha rápida. Impus a regra, assim fui mãe, de colocar um boião de gel desinfetante para quem entrasse usar de imediato. A maioria levou a mal. Principalmente as pessoas mais velhas, que têm a mania de que “no antigamente” não havia nada destas coisas e as crianças eram saudáveis, não lhes acontecia nada.

Continue a ler esta história aqui.

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top