Família e Carreira

«Passei a guarda do meu filho para o pai dele e desde então sou olhada de lado por todos»

25 Janeiro, 2020

Conversei com o L. – o meu ex-marido e pai do M. – e chegámos a uma conclusão: a guarda iria passar para ele. Chorei, desesperei, gritei, mas não tinha outra opção!

Separei-me quando o meu filho tinha três anos. Fiquei com a guarda dele. A vida não foi fácil. Mas dei sempre tudo o que podia e não podia por ele.

Até que, quando ele tinha oito anos, fiquei desempregada. Não tinha como pagar as contas. Não tinha como continuar a dar-lhe o que tinha dado até então. Ainda tentei durante muito tempo… Mas não deu!

Conversei com o L. – o meu ex-marido e pai do M. – e chegámos a uma conclusão: a guarda iria passar para ele. Chorei, desesperei, gritei, mas não tinha outra opção!

Desde essa altura que toda a gente olha para mim de lado.

Leia aqui o texto completo.

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top