Lifestyle

Como será o filho de Meghan e Harry? Fizemos o mapa astrológico do bebé!

6 Maio, 2019

Uma pessoa que gostará de viver as coisas boas da vida e que alterará entre a flexibilidade e a teimosia. Saiba como será o bebé de Meghan e Harry.

Veio ao mundo às primeiras horas desta segunda-feira, 6 de maio, em Londres. O nascimento primogénito de Meghan Markle e do príncipe Harry de Inglaterra deixou o pai «nas nuvens», como o próprio referiu oito horas depois de ter assistido ao parto.

O filho da princesa Diana e do príncipe Carlos elogiou a mulher e admitiu que ter visto nascer o bebé foi uma experiência «mais incrível do que poderia ter imaginado». Leia mais sobre as primeiras palavras do duque aqui.

Na mesma conversa com os jornalistas, o neto da rainha Isabel II contou que ele e Meghan ainda estão a «pensar em nomes» e que, dentro de dois dias, na próxima quarta-feiras, 8 de maio, apresentarão o sétimo na linha de sucessão ao trono do Reino Unido ao mundo.

O site da revista Maria consultou os astros e calculou, através do site personare.pt, o mapa astrológico do bebé real, cujo resumo reproduzimos de seguida.

O mapa astrológico

 

Sol em Touro e ascendente em Gémeos

«É uma pessoa dotada de uma curiosidade natural, que o conduz a ter uma postura questionadora perante das coisas. Encontra soluções muito práticas para os problemas e gosta de sentir que controla a sua própria realidade. Por ter um espírito sempre alerta, dificilmente é uma pessoa fácil de ser enganada, muito embora esta ‘atenção’ mental possa transformar-se num certo grau de paranóia. É, de qualquer modo, uma pessoa inteligente e eficaz, boa para lidar com questões tangíveis do mundo prático.

Esta qualidade é muito boa, muito embora possa perder energia preciosa ao dar demasiada atenção aos pequenos problemas do dia a dia. É preciso aprender que nem tudo precisa da sua atenção, e que nem todas as coisas devem ser levadas tão a sério!

Sendo Gémeos o ascendente e o seu signo solar Touro, são dois signos que apreciam as coisas boas da vida, gostam de sentir que estão vivos, e por isso mesmo é provavelmente uma pessoa bem comunicativa, que lida bem com as diferenças alheias e relaciona-se positivamente com as pessoas em torno de si, muito embora tenda a flutuar entre flexibilidade e teimosia. Isso pode parecer muito contraditório para os outros, pois em alguns momentos é uma pessoa extremamente maleável, mas em outros comporta-se como uma rigidez desnecessária e desproporcional. A maturidade, entretanto, trará a dimensão certa para quando deve ser flexível e quando deve tornar-se uma pessoa mais rígida. Convém, de qualquer modo, cultivar conscientemente um pouco mais de paciência em relação aos seus desejos, pois nem tudo tem de ser para ontem».

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top