Lifestyle

Pepê Rapazote, Jorge Gabriel e António Raminhos também sofrem com as mulheres às compras

3 Março, 2019

Homens à porta das lojas à espera que as mulheres saiam com os sacos de compras é uma realidade tanto para anónimos como para famosos. Pepê Rapazote, Jorge Gabriel e António Raminhos sofrem desse problema... Calma, a especialista dá conselhos.

Homens à porta das lojas dos centros comerciais são uma realidade. É vê-los a aguardarem pelo fim das compras das respetivas namoradas, mulheres e companheiras, durante vários minutos ou horas infernais que parecem não ter fim. Fomos ouvir António Raminhos, Jorge Gabriel e Pêpê Rapazote sobre o tema e todos
eles concordam que é um tormento as idas às compras.

Leia ainda: Pepe Rapazote fez xixi na cama até aos 12 anos

Ficar em casa para não ser massacrado

Jorge Gabriel e Pêpê Rapazote são muito  claros quando confrontados com a questão sobre se costumam ou não ir com as suas mulheres às compras.

«Vou muitas vezes, mas não é a essas compras prolongadas. A essas, vão as damas lá de casa, ou seja, vai a mãe com as filhas (risos). Desta forma, escusa de estar uma pessoa contrariada à espera que as outras se despachem, ainda para mais quando a opinião masculina, nestes casos, pouco ou nada resolve nas incertezas femininas”, explica Jorge Gabriel.

«É consensual eu não ir», remata o apresentador. Já Pêpê Rapazote, é ainda mais avesso às compras. O ator vinca que nem para ele gosta, quanto mais para acompanhar a mulher: «Vou o mínimo possível e indispensável. Odeio ir às compras.»

Leia ainda: Filha de António Raminhos dá sopa ao pai – vídeo

«Vou tomar conta das miúdas»

António Raminhos já é mais paciente no assunto. Com o bom humor que já o caracteriza, lá diz «que remédio!», quando lhe perguntamos se costuma acompanhar Catarina, sua mulher, nas compras. «Ela até nem é o estereótipo da mulher que passa muitas horas nisso. Mas, ainda assim, é o suficiente para eu evitar ir a maioria das vezes.»

Quando o humorista começa a ver a vida a andar para trás, então aplica o truque infalível: «Digo logo ‘sim sim, esse é muito bom, leva-o. Ai, aquilo não’.

Normalmente, resulta e ela lá se despacha. Agora, se aquilo demorar muito tempo, tenho de arranjar outra coisa para fazer. Vou dar uma volta… geralmente, vou tomar conta das miúdas, enquanto a mãe fica nas compras.»

Contudo, descobrimos que a mais atroz nas compras na família Raminhos nem é a mulher do humorista, como o próprio atira: «A pior de todas é a minha irmã! Essa sim, passa horas nas compras e depois não compra nada. É horrível, é a incapacidade
completa de decidir sobre o que quer que seja!»

Leia ainda: Jorge Gabriel distância-se de Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira

Da má cara à irritação

Sílvia Jorge, psicóloga, refere-nos que «ir contrariado, seja para onde for, nunca é benéfico para nada nem ninguém. Numa relação não devem existir cerimónias. Mas o que acontece é que muitas vezes não há a abertura de dizer ‘vou sozinha’ ou da parte do homem dizer ‘não me apetece, vai tu’. Depois chega o quê? A falta de paciência, o responder torto, a má cara, a irritação, tudo sentimentos negativos. E isso pode ser
evitado».

Para que o assunto não seja alvo de grandes discussões lá em casa, Sílvia Jorge alerta: «Há que ter bom senso e facilitar a vida uns dos outros. Quando vão com os maridos que seja para tirar um cenário rápido da coleção e assim tudo fica bem. Todos nós precisamos de ter tempo para nós sozinhos, então para quê fazer fretes ou ir contrariado?

Aproveitem, vão sozinhas, enquanto eles podem ir fazer outra coisa qualquer que apreciem. É mais saudável para todos e para a relação. Se forem com os maridos,  facilitem a vida e não se demorem. Lembrem-se, o que aborrece os homens não é irem às compras, é o tempo que elas estão nas lojas.»

Fotografar para ser recompensado

O Aqua Portimão, Espaço Guimarães e Parque Nascente têm em vigor uma campanha digital que visa resgatar os homens destas situações. Como funciona? Os três centros comerciais estão a lançar desafios mensais nas suas plataformas digitais. Os seguidores são convidados a partilharem nos seus respetivos perfis de Instagram a sua visão de #HomensAbandonados e a tirarem fotos engraçadas dos homens à espera das suas companheiras. As fotografias mais originais são premiadas com um Gift Card de € 100.

Texto: Raquel Tavares; Fotos: Arquivo Impala

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top