Moda e Beleza

Joana Solnado sem soutien em público. Veja a nova moda e quem já aderiu!

16 Outubro, 2019

Deixar o soutien em casa é a nova moda. Joana Solnado, Sara Sampaio, Rita Pereira e muitas outras celebridades já aderiram à tendência.

Joana Solnado deu que falar pelo estilo arrojado que adotou na Moda Lisboa que decorreu nas Oficinas Gerais do Exército, entre os dias 11 e 14 de outubro.

Conhecida pelo seu estilo descontraído, a atriz usou um top bege em malha, sem soutien, e combinou-o com umas calças largas, mais masculinas, cruzando duas tendências bem atuais num único look.

O top transparente deixava à mostra as mamas da atriz. E não, não foi descuido, e a atriz não saiu de casa sem se olhar ao espelho. Foi propositado. O estilo virou moda e faz parte de um movimento.

Por coincidência, ou não, no dia em que Joana Solnado não usou soutien, dia 13 de outubro, é o dia de tirar o soutien, conhecido por «Dia sem soutien» ou, em inglês, «No Braday».

O movimento começou por ser nacional nos Estados Unidos da América, em apoio ao cancro da mama, mas rapidamente atravessou fronteiras e já é comemorado em vários países do Mundo.

A origem da tendência

Sem soutien ou, em inglês, braless. Abdicar do uso do soutien é um movimento feminista que já surgiu, por várias vezes, na história da moda.

Foi nos anos 60 que surgiu pela primeira vez, como movimento feminista, pela ativista social Gloria Steinem e, uma década depois, a cantora norte-americana Debbie Harry relançou a tendência como um apelo aos direitos das mulheres.

Durante algum tempo, não ouvimos falar mais do movimento, até que, em 2012, a produtora cinematográfica e atriz Lina Esco relançou a tendência no filme Free the Nipple e, dois anos depois, a cantora Rihanna apareceu nos prémios da Council of Fashion Designers of America com um vestido do estilista Adam Selman que inaugurou a nova era de «vestidos a nu».

Percorra a nossa galeria e veja as imagens das nossas celebridades sem soutien!

Rita Pereira já aderiu à moda

Desde então que várias celebridades internacionais aderiram à ousada tendência. Madonna, Lady Gaga, Kim Kardashian, Heidi Klum, Miley Syrus, Selena Gomez, Sharon Stone e Chiara Ferragni já surgiram em várias ocasiões com vestidos e topes transparentes, sem vestirem soutien, provando com muito estilo que a ausência de lingerie pode ser muito elegante e nada vulgar.

Por cá, também várias celebridades já arriscaram sair à rua sem soutien.

Também a modelo Sara Sampaio é uma fã da tendência. Na sua página oficial de Instagram, é possível ver a atriz em vários looks sem soutien, desde um look mais casual, em que a modelo combinou um tope bege de malha sem soutien com umas calças de linho no mesmo tom, até ao deslumbrante e majestoso vestido com a parte de cima totalmente transparente e coberta de pérolas que usou na Red Carpet do evento Armani Beauty Stars.

Rita Pereira, Carolina Carvalho e Helena Coelho, embora mais discretas, também já mostraram gostar da tendência. Recentemente, a atriz Rita Pereira aceitou ser um dos rostos da nova coleção do estilista português Gonçalo Peixoto que, para a próxima estação primavera-verão de 2020, desenhou vários modelos de vestidos, onde é imperativo não usar soutien.

Quer usar a tendência? Estas são as regras a seguir 

O site da revista Maria falou com Sandrina Francisco, produtora de moda e fashion expert, que explica como devemos usar esta tendência e, em que casos, devemos evitá-la.

Que cuidados devemos ter ao usar roupas sem soutien?

«Devemos optar antes por tecidos como o linho, com uma cor mais escura. Idealmente, devemos escolher uma peça com decote redondo, num estilo mais vintage, com mangas com dobra. Também podemos escolher uma peça que mostre as costas ou um decote à barco.»

Que tipo de roupa devemos evitar?

«Os grandes decotes em V que deixam demasiado à mostra e t-shirts brancas. Se a peça for branca tem de ser feita de um tecido que não revele demais. Atenção, aos tecidos demasiado finos que revelam demais.»

Como devemos combinar um tope ou blusa sem soutien?

«Podemos combinar a peça de cima com uns mom jeans, umas calças mais masculinas e evitar partes de baixo demasiado sexy.»

Em que tipo de corpo funciona melhor?

«Esta tendência funciona melhor em corpos mais magros, com seios mais pequenos e silhuetas mais delgadas. Seios grandes precisam de suporte e ficam melhor se estiverem aconchegados.»

Em que circunstâncias devemos evitar esta tendência?

«Em situações mais formais deve ser evitada, pois pode transmitir uma ideia errada. O melhor é usar em locais mais descontraídos.»

Veja também: Cabelo cor-de-rosa! Como usar a tendência que está a conquistar as famosas
Texto: Sofia Santos Cardoso | Fotos: Reprodução de Redes Sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top