Nacional

Ana Lourenço é a nova pivô do Telejornal ao fim de semana: “Sente-se o peso da responsabilidade”

17 Setembro, 2021

Ana Lourenço vai abraçar um novo desafio na estação pública, ao ser a nova pivô do Telejornal ao fim de semana. Jornalista sente "um friozinho no estômago"

Ana Lourenço vai conduzir as emissões de fim de semana do Telejornal, da RTP1, avançou o canal nesta quinta-feira, 16 de setembro, durante a apresentação da grelha para a próxima temporada. A jornalista, até agora o rosto do 360º, da RTP3, irá conduzir, a partir de outubro, o bloco noticioso que pertencia, rotativamente, a João Adelino Faria e José Rodrigues dos Santos.

Parante este desafio, Ana Lourenço admite sentir “um friozinho no estômago”. “É um desafio, sente-se o peso da responsabilidade, que é imenso. O Telejornal é uma marca de qualidade, é uma marca de solenidade, pelo menos na minha história pessoal, porque era uma coisa que reunia a família à hora de jantar, em total silêncio. Para os meus pais era também um momento de educação e foi com Telejornal que eu aprendi a gostar de notícias e a precisar delas. Se calhar, foi por isso que decidi que seria jornalista”.

Ana Lourenço: “Sabemos que um erro tem muito mais projeção”

“É um trabalho substancialmente diferente daquele que eu já faço para aí há 20 anos”, diz Ana Lourenço, também responsável pelo programa de debate Fronteiras XXI, adiantando que ao abraçar este projeto sabe que o impacto do seu trabalho será maior. ” O Telejornal do canal 1 tem, potencialmente, 10 vezes mais de telespectadores do que o 360º ou um canal de cabo, por isso há a percepção dessa responsabilidade. Sabemos que um erro tem muito mais projeção. Agora, em termos de empenho e postura não muda muito”.

Com esta mudança profissional dentro da estação pública, a jornalista desconhece ainda se permanecerá, de segunda a sexta, no 360º. “O projeto [Telejornal] ainda está a ser preparado, creio que será no fim de outubro que isso irá acontecer e a noite da RTP3 e as novidades do canal vão ser anunciadas dentro de um mês, pois assinalam-se os 20 anos do canal de notícias da estação. A resposta surgirá nessa altura”, concluiu Ana Loureço.

Licenciada em Antropologia, Ana Lourenço iniciou a sua carreira nas rádios piratas, antes de chegar à TSF. Em 1994, estreou-se no Novo Jornal da TVI e, em 2000, assinou contrato com a SIC Notícias, onde permaneceu como pivô, até 2016, altura em que se demitiu. Nesse mesmo ano, foi contratada para a RTP3.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: RTP e redes sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top