Notícias e TV

Bem Me Quer: Artur perde a guarda da filha para Vera. Vilã manipula a juíza em tribunal

27 Fevereiro, 2021

Em Bem Me Quer, Vera faz-se de vítima em tribunal e usa o facto de estar numa cadeira de rodas para sensibilizar, acabando por recuperar a guarda de Maria.

Em breve em Bem Me Quer, Luzia chora desolada a culpabilizar-se por Artur ir perder Maria devido à sua ideia de ela ficar com os avós. Laura, numa atitude nunca vista, conforta a mãe a dizer-lhe que nada que digam vá mudar que ela seja uma ótima pessoa. No hospital, Mercedes tenta animar Vera a dizer-lhe que vai fazer tudo para que Maria volte para junto dela, mas a filha continua esmorecida e sem acreditar que vai voltar a andar.

No dia seguinte, no tribunal, Artur diz à juíza não aceitar que Maria fique à guarda dos avós maternos. Vera entra inesperadamente, para surpresa de todos, exceto de Mercedes, declarando: “Eu tenho tido muito tempo para pensar. Quando somos confrontados com a morte, há coisas que mudam. Pensei muito no mal que fiz à minha filha. Tanto eu como o pai da Maria pusemos os nossos interesses à frente dos interesses dela. Não posso prejudicá-la mais e não consigo pensar em vê-la fechada numa instituição, onde não conhece ninguém e onde vai ser infeliz… eu prefiro que ela fique à guarda do Artur.”

Porém, ao ver que Vera está numa cadeira de rodas a juíza acaba por deliberar que Maria fique com os Sousa. O engenheiro olha furioso para a mãe da filha.

Momentos depois, entra em casa arrasado, desabando a chorar por ter perdido Maria para a família de Vera. Penalizada, Luzia conforta-o.
Entretanto, no hospital, todos comemoram com Vera terem conseguido que ela ficasse com Maria. Henrique diz à filha e a Mercedes que o deviam ter avisado do plano que engendraram de ela aparecer de surpresa no tribunal para sensibilizar a juíza. “Até parece que as minhas pernas melhoraram!”, afirma Vera.

Mercedes mostra-se radiante por o plano ter resultado. Henrique sorri, pega na mão da filha e afirma: “Com a Maria perto de ti, a recuperação vai ser bem mais fácil.”
Pouco depois, Aldina dá ordens à empregada para terem tudo pronto para o regresso de Vera. Entretanto, Mercedes sorri por Henrique assentir desagradado ir com ela buscar a filha ao hospital. De seguida, fala mal à neta por ela estar escondida debaixo da mesa. Maria sai magoada. Júlia explode por Afonso e Henrique começarem a discutir, com ambos e Mercedes a assentirem irem fazer um esforço para mudar.

Bem Me Quer – “Tu és veneno puro!”

Já no hospital, a médica encoraja uma cética Vera a lutar para recuperar a sua mobilidade, mas a jovem assume: “Tenho medo por causa da coluna.” Nesse momento, entra Artur, revelando que soube que ela ia ter alta. “Perdeste! Aceita que dói menos”, diz-lhe a modelo. O engenheiro abana a cabeça, magoado, e alega: “Esse discurso é bastante diferente do que encenaste no tribunal.”

Vera sorri, maléfica, e questiona: “Mas resultou, não resultou?” Revoltado, Artur acusa: “Tu és veneno puro!” Cínica, a jovem frisa: “Um veneno que tu adoraste tomar e, como agora não podes ter mais, usas a Maria para te vingares de mim. Tinhas mais alguma coisa a dizer? É que estou com pressa para ir ter com a minha filha querida.”

Artur cerra os punhos com vontade de a insultar, mas controla-se e sai sem dizer nada. A filha de Henrique fica sozinha com a vitória, mas na sua cara tem um sabor amargo.

Regresso a casa

Todos recebem uma desanimada Vera. Mercedes diz à filha que Maria Rita felizmente ausentou-se por uns dias para ir ao casamento de Pompeu e Celinha. Maria surge com um presente para a mãe, confessando que aquela medalha foi comprada por Aldina para lhe dar a ela.

Momentos depois, Vera queixa-se não sentir forças para lutar para voltar a andar. “No hospital, eu dizia a mim própria que, quando voltasse para casa, iria ser diferente. Que aqui, com a minha família, rodeada pelas pessoas que gostam de mim, eu iria sentir-me mais segura, mas depois cheguei aqui, olhei para aquelas escadas… (estremece) e foi ainda pior.” Já a sós com a filha, Mercedes insiste com ela para não se desmotivar e acreditar que vai voltar a andar. A jovem deixa que a mãe a apoie a tentar levantar-se, mas Vera perde as forças e volta a cair na cadeira a chorar. “Não consigo, mãe! Parece que me vou partir ao meio. Não consigo…” Mercedes fica preocupada e sem saber o que fazer.

Henrique é ameaçado

O empresário mostra a Maria Rita um bilhete que recebeu, onde se lê: “O teu dia está a chegar”, dizendo à filha achar que aquilo foi obra de Rodolfo. A pastora assente ao pai tentar descobrir alguma coisa por Afonso, concordando com Henrique que ele parece simpatizar com ela. De seguida, o empresário mostra a Júlia o bilhete ameaçador que recebeu, explodindo a dizer à mãe estar muito cansado de todas as batalhas que tem tido de travar desde que foi levado preso, tendo de lutar contra Rodolfo, Mercedes e agora também Afonso.

Texto: Neuza Silva
Leia ainda: Bem Me Quer: Afinal, Maria Rita e David são primos

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 1 | 0

 
Top