Internacional

Estes são os alimentos «estranhos» que a rainha Letizia inclui na dieta

20 Novembro, 2019

Apologista de uma dieta saudável e orgânica, a rainha Letizia é fã dos famosos superalimentos como as sementes e as algas.

A rainha Letizia tem um corpo invejável e gosta de manter a boa forma física. A rainha de Espanha, de 47 anos, tem muito interesse em nutrição e alimentação e sabe-se agora que é a própria mulher do rei Felipe que decide o que se come no Palácio da Zarzuela.

A mãe da princesa Leonor e da infanta Sofia desenha ao pormenor a ementa real e nem os funcionários escapam! Letizia preocupa-se com a saúde da família e de quem trabalha com ela e, por isso, implementou uma dieta regrada, à base de produtos frescos, naturais e orgânicos.

Nos últimos tempos, a mulher do rei de Espanha tem dedicado muito do seu tempo livre a estudar os benefícios e malefícios dos alimentos e a conseguir excluir da ementa real espanhola tudo aquilo que possa ser prejudicial para a saúde, dando especial atenção aos alimentos ricos em vitaminas e proteínas.

Letizia é, atualmente, a Embaixadora Especial para a Nutrição do FAO e em todas as conferências e eventos em que participa aproveita para tirar dúvidas e trocar ideias com os especialistas em alimentação saudável. É também nestas alturas que a rainha aproveita para aprender a confecionar alguns pratos saudáveis e deliciosos.

A dieta de Letizia não inclui alimentos processados

Letizia adora açafrão, frutos vermelhos, chá verde e salmão selvagem. Estes são, provavelmente, os ingredientes e alimentos que mais frequentemente se pode encontrar na mesa real.

Os congelados e os alimentos processados foram completamente excluídos da ementa, mas, em raras exceções, os reis de Espanha podem recorrer a este tipo de alimentação.

Uma das medidas mais drásticas que Letizia adotou foi proibir os produtos de pastelaria e padaria externa. Todos os doces e pães são confecionados no palácio real, para evitar o consumo excessivo de sal ou de açúcar.

Os alimentos exóticos preferidos da rainha de Espanha

A ex-jornalista é uma grande fã da dieta mediterrânea, mas aproveita para acrescentar uns ingredientes exóticos com benefícios para a saúde.

Neste sentido, Letizia adotou alguns superalimentos bem especiais e pouco utilizados na cozinha tradicional, como a maca peruana, as sementes de chia, os cogumelos reishi, antioxidantes e diuréticos, a spirulina e as algas nori, kombu e hiziki, que a monarca adora acrescentar às saladas e aos pratos de peixe.

Segundo a revista Hola!, este tipo de alimentação regrada e saudável foi aconselhada pelo doutor estaduniense Perricone, autor da Dieta Perricone, que é seguida por muitos famosos de Hollywood. Além de super saudável, esta é uma dieta anti-envelhecimento, uma vez que não contém gorduras saturadas nem açúcares adicionais.

 

Letizia revolucionou a cozinha do Palácio Real

A rainha de Espanha trabalha ativamente na cozinha do Palácio da Zarzuela para ajudar os funcionários a delinear a ementa e, por vezes, aproveita para assistir à confeção e dar uma ajuda.

Pode-se dizer que a mãe de Leonor, de 14 anos, e de Sofia, de 12, revolucionou a cozinha no Palácio Real. O armário está recheado de produtos naturais e quase todos nacionais.

Também é importante referir que a monarca investiu bastante na «horta real», onde pode encontrar verduras, hortaliças, legumes e plantas aromáticas frescas.

Para além da alimentação, Letizia também é a responsável por pôr a Casa Real espanhola em forma. Segundo fontes próximas da realeza, a rainha de Espanha desfruta do ginásio que tem em casa na companhia das filhas e do marido e, sempre que possível, «obriga-os» a sair para fazerem caminhadas em família ou andarem de bicicleta.

Veja também: Os segredos da realeza britânica para não envelhecer
Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais | Fotos: Reuters

 

 

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top