Nacional

Eurovisão: Saiba em que lugar está Conan Osíris nas casas de apostas à vitória

4 Março, 2019

Conan Osíris, de 30 anos, representa Portugal no maior certame europeu de música com Telemóveis. As casas de apostas estão ao rubro.

Quando Salvador Sobral representou Portugal no Festival da Eurovisão em 2017, o site Eurovisionworld.com, que reúne a preferência dos apostadores, deu desde cedo a vitória ao cantor luso. Assim aconteceu, com o irmão de Luísa Sobral a conquistar a primeira vitória do nosso país no certame europeu com o tema Amar pelos Dois, composto pela irmã.

Já no ano passado, na Altice Arena, a dupla Cláudia Pascoal e Isaura entoaram O Jardim, classificando-se na 26ª posição, a última. Ora, há um ano, o mesmo site «acertava» nas previsões, indicando que as representantes portuguesas terminariam a prova nos últimos lugares da tabela classificativa. Nessa altura, dava a vitória a Netta Brazilai, de Israel, com a música Toy. Mais uma vez, igualou a previsão.

E como está agora com Conan Osíris e a canção Telemóveis? Depois da atuação do músico na final do Festival da Canção, que aconteceu no passado sábado, 2 de março, as apostas em Portugal subiram, mantendo-se neste momento na 7ª posição (entre 41 participantes) dos favoritos à vitória.

Veja também: Conan Osíris ganha Festival da Canção mas garante estar «bué à toa»: «Não sei se estou preparado»

A lista é liderada pela Rússia, que levará Sergey Lazarev à Eurovisão. O russo já representou o seu país no certame em 2016 com You’re The Only One. Segue-se a Suécia, cujo concorrente será conhecido a 9 de março, e Itália, com Mahmood.

O Festival da Eurovisão realiza-se a 14, 16 (semifinais) e 18 de maio (final) em Telavive, Israel. A apresentação estará a cargo de Bar Refaeli, Erez Tal, Assi AzarLucy Ayoub.

Veja também: Conan Osiris declara-se a Cristina Ferreira: «Obrigado somente por existir»

Veja a letra do tema Telemóveis, cantado e composto por Conan Osíris:

Eu parti o telemóvel
A tentar ligar para o céu
Pa’ saber se eu mato a saudade
Ou quem morre sou eu

E quem mata quem
Quem mata quem mata
Quem mata quem
Nem eu sei

Quando eu souber, eu não ligo a mais ninguém

E se a vida ligar
Se a vida mandar mensagem
Se ela não parar
E tu não tiveres coragem de atender
Tu já sabes o que é que vai acontecer

Eu vou descer a minha escada
Vou estragar o telemóvel
O telele
Eu vou partir o telemóvel
O teu e o meu
E eu vou estragar o telemóvel
Eu quero viver e escangalhar o telemóvel

E se eu partir o telemóvel
Eu só parto aquilo que é meu
Tou para ver se a saudade morre
Vai na volta, quem morre sou eu

E quem mata quem mata
Eu nem sei
A chibaria nunca viu nascer ninguém

Eu partia telemóveis
Mas eu nunca mais parto o meu
Eu sei que a saudade tá morta
Quem mandou a flecha fui eu

Quem mandou a flecha fui eu
Fui eu

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução redes sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top