Nacional

Grávida e com anemia, Kelly Medeiros é obrigada a repousar

28 Junho, 2020

Aos oito meses de gestação, o segundo filho de Kelly pode nascer antes do tempo. A empresária mantém a calma e espera poder ter um parto natural.

Romeo é o segundo filho de Kelly com o marido, o empresário Marco António. O casal está feliz por aumentar a família e dar um irmãozinho a Lucca, praticamente com dois anos. Faltam alguns dias para o nascimento do bebé e Kelly foi aconselhada pela sua médica a «parar».

«Continuo a fazer a minha vida, a trabalhar, a fazer as minhas coisas em casa, a acompanhar o Lucca, o marido, mas a verdade é que a médica me pediu para repousar mais», desvenda. «O Romeo está com pressa em nascer. A médica diz que ele é muito grande e está na posição de nascimento. Parece que ele se quer mesmo apressar e começa a dar sinais», explica a empresária, que revela estar pronta: «Por mim é quando Deus quiser».

«Nunca tive medo do parto, já quando foi do Lucca não tive, mas gostava que fosse parto normal. Ele é grande, eu sou estreita, já foi difícil ter o Lucca de parto normal, mas gostava de poder repetir a experiência. Mas se tiver de ser de outra forma será. O que eu quero garantir é o bem-estar do Romeo», partilha.

A única coisa que Kelly, de facto, gostava de evitar era o nascimento de Romeo no dia de anos do irmão, a 6 de julho. «Gostava que cada um pudesse ter o seu dia», desabafa.

Filho com ciúmes e pai «babado»

A viver a gravidez em pleno e de forma tranquila, Kelly não esconde, no entanto, que aquele que vai ser o mano mais velho tem-se mostrado ciumento. «O Lucca está assim com alguns ciúmes. Anda a pedir mais colo, a tentar chamar mais à atenção», conta. «Acho que nesta fase deve ser normal. Às vezes, meto a mão dele na minha barriga digo: ‘olha o mano’, mas ele tira a mão como quem quer desconversar», diz, entre gargalhadas.

«Ele estava habituado a ter toda a atenção só para ele e agora percebe que vem aí outro bebé. Mas quando o Romeo nascer espero conseguir tirar esse ciúmezinho. Vou tentar integrar o Lucca em todas as atividades possíveis com o irmão. Quando lhe for dar banho, por exemplo, faço com que participe no momento. Acho que quando o bebé estiver fisicamente presente na vida do Lucca ele vai interagir mais e os ciúmes desaparecem», partilha Kelly.

Já quanto ao marido, continua a mimar Kelly de todas as formas. «Ele é muito relaxado, mas está sempre focado no que eu preciso. Ele é um paizão muito ‘babado’», assegura.

Entretanto, com a gravidez, Kelly já ganhou 15 quilos e nas análises mais recentes percebeu que está com anemia. «Quanto ao peso, depois vai tudo ao lugar, com persistência tudo se consegue», diz sobre os quilos que ganhou. «Eu alimento-me superbem, tomo muitas vitaminas, mas estou, de facto, com anemia. O que eu acho é que o Romeo suga tudo para ele», conta, entre sorrisos.

Texto: Catarina Martins; Fotos: DR

 

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top