Moda e Beleza

Já reparou no símbolo do «boião aberto» nos seus cosméticos? Saiba o que significa!

3 Julho, 2019

O símbolo do «boião aberto» está presente em praticamente todos os rótulos dos cosméticos e tem um significado que deve respeitar. Saiba qual!

Provavelmente, ainda não reparou, ou se reparou, não deu grande importância. Apesar de ser habitualmente ignorado, o símbolo do «boião aberto» que está presente em praticamente todos os rótulos dos cosméticos tem um significado que deve conhecer e respeitar. Em causa está a eficácia do produto mas também a sua saúde.

O pequeno e discreto símbolo do «boião aberto», geralmente localizado próximo do número que indica a quantidade do conteúdo dos cosméticos (em mililitros), indica o Prazo Após Abertura (PAO).

O PAO, mais conhecido como o símbolo do «boião aberto», indica o período máximo de utilização do cosmético em causa, em meses ou anos. De acordo com as orientações da União Europeia, todos os produtos com uma durabilidade mínima superior a 30 meses devem incluir este símbolo.

Tal como o próprio nome indica – Prazo Após Abertura -, este símbolo revela o tempo durante o qual o produto pode ser usado sem riscos, após a abertura da embalagem. Este prazo é, habitualmente, indicado em meses, por exemplo: «12 M» ou «24 M». O número de meses poderá estar indicado dentro ou fora do boião.

De referir que este prazo é mais curto em determinados produtos. É o caso dos cosméticos de olhos que têm uma durabilidade mínima mais limitada, devido ao risco de infeção ocular mas também por que são mais suscetíveis à contaminação durante a sua utilização.

«Prazo Após Abertura» não significa «Prazo de Validade»

Já o prazo de validade refere-se à data até à qual os cosméticos continuam a cumprir as suas funções e permanecem seguros. Esta data é tecnicamente designada de «data de durabilidade mínima» mas é geralmente conhecida como «prazo de validade». Durante este período de tempo, os cosméticos devem cumprir os requisitos necessários para a sua utilização com qualidade e segurança.

Esta data é mencionada através de um outro símbolo: uma «ampulheta», seguida da data (dia/mês/ano; mês/ano ou através da expressão «a utilizar de preferência antes de…»).

Existem, contudo, cosméticos que não correm risco de deterioração e que, por isso, não apresentam qualquer prazo de validade. Exemplos destes cosméticos são os aerossóis, uma vez que se encontram selados e os perfumes, cujo conteúdo em álcool é elevado.

Com preservar a durabilidade dos cosméticos

O armazenamento correto dos cosméticos é um cuidado essencial para preservar a sua durabilidade. Estes são os cuidados que deve seguir, de acordo com a Associação dos Industriais de Cosmética, Perfumaria e Higiene Corporal.

  • Mantenha os produtos devidamente fechados quando estes não estão a ser utilizados.
  • Não guarde os produtos em locais expostos à luz solar direta ou a fontes de calor, preferindo, sempre que possível, locais secos e frescos.
  • Nunca misture os cosméticos com outros produtos, excepto nos casos em que é indicado nas instruções de utilização do produto.
  • Aplique os cosméticos com as mãos limpas ou com um aplicador adequado.
  • Lave o aplicador regularmente. Use um sabão, um detergente ou um champô suave, deixando-o secar por completo, antes de uma nova utilização.
  • Evite partilhar os seus cosméticos.
Veja ainda: Sabia que a maquilhagem tem prazos de validade?
Texto: Sofia Santos Cardoso; Fotografias: Pixabay

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top