Nacional

Joana Santos reage a pedido de desculpas de Diogo Amaral

11 Julho, 2019

Joana Santos integra o elenco da série da RTP1 Auga Seca, cuja data de estreia não foi divulgada. A atriz contracenou com Diogo em Vidas Opostas, da SIC.

Joana Santos integra o elenco da próxima série da RTP1, Auga Seca. A atriz esteve presente na apresentação do projeto, esta quarta-feira, dia 10 de junho, no restaurante La Paparrucha, em Lisboa.

Para além de contar pormenores sobre a personagem que vai interpretar, Joana foi questionada sobre as «desculpas» públicas que Diogo Amaral pediu n’O Programa da Cristina, da SIC, quando revelou ter tido, em 2018, um problema de adição. O ator contracenava com Joana na novela Vidas Opostas, da SIC, e veio a público justificar o seu comportamento enquanto colega.

«Então é assim…», começou por dizer Joana Santos. Sem meias-palavras, a atriz esclareceu: «O caso está ultrapassado. São coisas que ficaram no passado», disse. Para a atriz, tudo está «resolvido» com Diogo.

Recorde-se que Diogo terá sido afastado do elenco da trama depois de desentendimentos com a atriz.

«Foi interessante não ser a protagonista»

A série da estação pública que vai integrar ainda não tem data de estreia, mas Joana levantou o véu. A sua personagem chama-se Laura, vive em Vigo é é muito amiga de Teresa, vivida por Victória Guerra. «Somos daquelas amigas que não se viam há muito tempo, mas quando se encontram ainda existe cumplicidade», contou, referindo-se à trama. Joana sente-se feliz com esta aposta, até porque «foi interessante não ser a protagonista» e «fazer uma coisa mais leve».

Quem a fez agarrar este projeto foi Victória. «O facto de ser uma série, de não ser feita em Portugal [Auga Seca foi gravada em Vigo] e de ser uma personagem completamente diferente» das que fez até agora também a aliciaram, explicou.

Já sobre a SIC, a atriz só tem coisas boas a dizer. «Eu sou muito bem tratada, gosto muito daquela casa e quero continuar a fazer novelas, mas é bom fazer estas mudanças», terminou.

Sem férias previstas, Joana Santos vai enfrentar um novo desafio no final deste mês de julho. «Eu e o Simão [Cayatte, o realizador e companheiro] vamos filmar a nossa longa-metragem. É um projeto muito especial. Já tínhamos feito uma curta-metragem e funcionou muito bem porque nos completamos muito. Ajudamo-nos. Ele ajuda-me na construção da personagem e eu ajudo-o com o guião. Trocamos muitas ideias e levarmos o trabalho para casa é bom. Chegar ao final do dia e conversarmos sobre o que correu pior e melhor, para nós, é optimo», revelou.

Texto: Carolina Sá Pereira e redação WiN; Fotos: Paula Alveno e reprodução redes sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top