Nacional

José Fidalgo responde a acusação de mãe da filha e advogado estranha ameaças em tribunal

12 Abril, 2021

José Fidalgo e a mãe da filha Maria, Nádia Nóvoa, estão em guerra. Em causa estão imagens da menina que o ator publicou e que a mãe diz não ter autorizado.

José Fidalgo e o advogado receberam com estranheza o comunicado da mãe de Maria com ameaças judiciais. Mas vamos por partes. O ator assinalou o aniversário da filha Maria, no dia 5 de abril. A menina que é filha do ator com Nádia Nóvoa completou sete anos e José Fidalgo decidiu assinalar a data mostrando pela primeira vez o rosto da filha, ao partilhar imagens da menina com o irmão, Lourenço, da relação com Fernanda Marinho, na rede social Instagram.

“Hoje, a minha princesa faz sete anos. Somos três. O Lourenço, Simão e eu. Estaremos sempre aqui para tomar conta da nossa menina bonita. Amo-te para sempre”, escreveu na publicação, na altura. Simão é sobrinho do ator.

A publicação obteve perto de 500 comentários, mas, sabe-se agora que a mesma não terá o aval da mãe da menina.

Num email enviado à redação da Maria, Nádia Nóvoa assume que é a responsável legal pela menina menor e que não deu autorização ao ator para mostrar publicamente o rosto da filha, ameçando levar o caso a tribunal. A arquiteta assume ainda que escreveu um comentário na referida publicação a mostrar o seu desagrado, comentário esse que garante ter sido apagado e que terá levado o ator a bloqueá-la naquela rede social.

À data desta notícia o ator não tinha retirado as imagens da menina da rede social em causa.

Contactado pela revista Maria, o ator tomou conhecimento da existência do comunicado enviado às redações por Nádia Nóvoa, e sendo fiel a ele mesmo preferiu não se alongar em comentários sobre a sua vida privada. “Não gosto e não costumo comentar a minha vida privada. O que posso dizer é que em relação à minha filha tudo fiz e farei enquanto pai, não é isto que vai mudar nada. Se a mãe diz que contratou advogados aqui estarei à espera”, assume, remetendo mais qualquer esclarecimento para o seu advogado.

Paulo Edson Cunha, advogado de José Fidalgo, falou com a revista Maria e explicou que “não se compreende, de todo, a posição de Nádia Nóvoa, dado que a mãe coloca desde sempre fotografias da menina na rede social em causa e, por maioria de razão, muitas mais do que José Fidalgo, que até só colocou uma vez e num momento que ele considerou importante – o aniversário da filha.”

“Aliás, os pais colocarem fotografias com os filhos é algo muito comum, o que fazem por motivos vários, como seja, para mostrarem o orgulho que têm nos filhos ou simplesmente a felicidade do momento”, explica o advogado do ator, acrescentando que “José Fidalgo tem outro filho e, e até por uma questão de igualdade, por colocar imagens com o Lourenço, colocou fotografias com a Maria, a outra filha.” “Nada de mais, e é incompreensível que a mãe traga este assunto para a praça pública”, afirma.

O advogado informa que está a analisar os contornos deste comunicado, “ponderando todos os cenários, incluindo reagir judicialmente ao mesmo, uma vez que é tão descabido, sobretudo vindo de alguém (a mãe) em que ela própria tem fotos e vídeos, incluindo caseiros da filha de ambos, publicadas nesta rede social”.

“Mais, o facto de Nádia Nóvoa ter o instagram actualmente privado, não pode ser argumento, na medida em que o seu instagram, mesmo antes deste comunicado, apesar de ser privado, a mãe aceitava amigos nessa rede, que não lhe são próximos”, assegura o advogado, garantindo ter na sua posse “fotos e vídeos da filha do ator, publicadas pela mãe naquela rede social”, o que explica só ter conseguido obter, “porque muitas pessoas tiveram acesso a essas fotografias”.

“Logo, se houvesse qualquer comportamento menos correcto do José Fidalgo, o que não existiu, então esse comportamento tem sido praticado pela autora do comunicado, há mais tempo e muito, mas muito mais vezes, numa escala de 1/1000”, afirma o advogado do ator.

Paulo Edson Cunha estranhou ainda mais a ameaça com processos judiciais, já que os advogados de ambas as partes “estão em negociações, há mais de um ano, para decidirem as responsabilidades parentais, algo comum quando há pais separados e que não faz qualquer sentido trazer também essa discussão, que se quer privada, para a praça pública, sob pena de expor, ainda mais a vida dos pais e, sobretudo da filha, logo, o que a mãe invoca querer preservar – a imagem e a vida da filha – é a própria mãe que a vem expor através deste comunicado e da tomada desta posição, o que se lamenta.”

Leia o comunicado na integra da mãe da filha de José Fidalgo:

“No dia 5 de Abril de 2021, José Fidalgo publicou, na sua conta oficial de Instagram, imagens da filha, Maria Niassa Nóvoa Soares, menor de idade com 7 anos, sob tutela e cuidado da mãe, sem o seu prévio consentimento.

Por se considerar que foram ultrapassados os limites razoáveis e passíveis de silêncio enquanto mãe, progenitora e responsável legal de uma menor sobre a qual detém obrigações morais e legais de atuação em prol da defesa dos direitos constitucionais da criança, bem como deveres de salvaguarda e proteção do seu bem-estar, não resta outra alternativa que não seja a de manifestar publicamente a sua profunda indignação. Contudo, tentando procurar evitar o recurso aos meios judiciais para defender os direitos da filha destes comportamentos e condutas irresponsáveis, e na sequência da divulgação das imagens que revelam a identidade da filha, Maria, a mãe vê-se obrigada a tomar as devidas medidas e posição e a informar que não deu consentimento e não autorizou a divulgação e publicação de fotografias da criança na conta oficial de Instagram do Pai, José Fidalgo, e muito menos em outros meios de comunicação e redes sociais. Tal facto e posição é por demais conhecida pelo Pai, que sabe perfeitamente que a Mãe sempre se recusou a autorizar qualquer tipo de divulgação de imagens da filha por motivos de direito de privacidade e segurança da menor. Não podendo deixar de lamentar, enquanto mãe e responsável legal da menor, o facto de esta situação se verificar contra a sua vontade e deparar-se com a exposição e divulgação da identidade e de imagens da filha, Maria, proliferadas pelos média, redes sociais, etc., expondo desta forma a criança a potenciais riscos, consubstanciando tal ato um crime punível por lei.

Mais se informa que foi expressa a indignação da Mãe ao Pai por este tipo de conduta e redigido um comentário na referida publicação do Instagram, comentário este que foi apagado e onde a Mãe foi consequentemente bloqueada nessa conta, e que se passa a citar:

Zé agradecia que não voltasses a desrespeitar desta forma a minha posição como mãe e responsável legal com guarda total da nossa filha, não tendo autorizado nunca a divulgação e exibição pública, nos media e redes sociais da imagem da criança em prol da salvaguarda e proteção do direito que lhe assiste enquanto indivíduo com direito à intimidade da sua vida privada e proteção da sua imagem, recordo também que é obrigação legal dos progenitores zelar pelo bem estar físico e psicológico da criança no que diz respeito aos graves e potenciais perigos que advém da consequente exibição, divulgação e proliferação no espaço cibernético, média e redes sociais de imagens da criança exposta e em risco em tão tenra idade, pelo que lamentavelmente este assunto será reencaminhado às advogadas.  Aproveito, no entanto, a oportunidade para agradecer em nome da Maria a todos os comentários de felicitações e parabéns! .

Assim sendo, solicita-se e aguarda-se, encarecidamente, a retirada das publicações acima referidas para que a Mãe não seja forçada a recorrer às vias judiciais para a devida responsabilização dos intervenientes que teimem em assumir estas condutas irresponsáveis que violam os direitos legais e constitucionais da menor sob a sua tutela.

A Mãe (Nádia Nóvoa)”, termina.

Texto: Ana Lúcia Sousa
Leia ainda: Cenas quentes entre Bárbara Norton de Matos e José Fidalgo em Amor Amor: “Temos estado em sintonia”

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top