Nacional

Liliana de Casados assume que dormiu com Mário durante gravações de Casados

16 Janeiro, 2020

Liliana Oliveira assume que Mário tinha a chave de casa dela e que dormiram juntos durante o período em que decorreu o programa Casados à Primeira Vista e esteve casada com Pedro Pé-Curto.

Liliana Oliveira dá o dito por não dito e assume que dormiu com Mário Gonçalves enquanto Casados à Primeira Vista, SIC, estava a decorrer e a concorrente estava casada com Pedro Pé-Curto.

A secretária de Sacavém garante que sempre quis preservar a imagem e que nunca contou nada do que se passou dentro das suas quatro paredes porque prometeu a Mário que não o iria fazer, mas depois do taxista e ex-namorado desmentir a proximidade dos dois durante o período do programa, Liliana põe os pontos no is.

«Este é o último post, comentário e resposta que vão ler da minha parte sobre esta pessoa. Após o Mário, vir desmentir me, apraz me dizer que ele sabe tal e qual as coisas se viveram entre nós de Maio à 02 de Novembro», começa apor dizer.

«Mais saliento, que não me preocupa que o Mário diga que eu não tenho carácter nem valores porque eu sei o que fiz e o que fizemos e a mim só me preocupa a situação em que eu expôs o Pedro, porque ele sim, foi o maior afectado pelas nossas atitudes», continua.

Liliana explica ainda porque só agora decidiu falar. «Quando me questionam porque só falei agora: sabem quando ainda não adormecemos mas sentimos que precisamos acordar e ser o que realmente somos? Pois eu sentia-me assim todas as noites, todos os dias! Se dei a cara e assumi, não foi para criar guerras nem lavar roupa suja mas, sim porque, para me libertar disto, precisava assumir os meus erros pois não me sentia bem em consciência e também para pedir publicamente desculpa ao Pedro, já que em privado já o tentei fazer mas sem êxito», afirma.

Por fim, Liliana dedica duras palavras a Mário: «Resta-me dizer: Vais buscar assuntos sobre quem comprou as nossas alianças?! Eu insistia na proximidade? Tu tinhas a chave de casa até dia 2 de Novembro, não precisavas sequer que eu te abrisse a porta!  E foste tu que em maio me procuraste e enviaste mensagem, não eu a ti. Voltas e não quiseste assumir mas, também não foste embora. Dormir comigo também foste obrigado! Mário a verdade é a verdade!», termina.

Liliana garantiu que não houve traição

A ex-mulher do professor de Educação Física assumiu, esta quarta-feira (15) que esteve sempre «emocionalmente» ligada ao ex-namorado, Mário Gonçalves, mas não se envolveu com este enquanto esteve casada. «É verdade que o Mário sempre esteve presente na minha vida, mas não houve traição», assegura ao site da revista Maria.

A administrativa de Sacavém explica que foi o facto de nutrir sentimentos por Mário que fez com que o matrimónio com Pedro não tenha resultado. «As coisas não correram bem por minha causa. Não por eu ter traído o Pedro, que não traí, mas porque havia uma pessoa cá fora [do programa] que não me era indiferente. E essa pessoa condicionou bastante a minha prestação», justifica. «[Esse sentimento] Fez com que eu não permitisse que o Pedro entrasse na minha vida da forma que era esperada e fez com que eu me retraísse bastante», prossegue.

Veja ainda: Pedro não queria divorciar-se de Liliana na véspera de assinar o divórcio

Liliana revela ainda que escondeu do então marido o que sentia por Mário. «Eu não contei ao Pedro. Mas traí-lo, não traí», sublinha.

Veja o vídeo com a entrevista completa:

«Sentia-me afogada e perdida»

Nas redes sociais, Liliana deixou um texto em que diz que dá «a cara consciente» de que os seus «comportamentos não foram os melhores». «Mas para tudo há uma explicação: o Mário, o maior amor da minha vida, tinha voltado e eu já estava no programa e não lhe conseguia virar costas. Ele agora estava ali comigo, e a falta dele tinha sido a razão pela qual eu tinha ido para o programa à procura do amor. Quando o Mário voltou, pediu me que, permanecêssemos no silêncio que guardássemos para nós. E que havia, eu de fazer? Senti que havia esperança!», desabafa.

«Sabem quando estamos perdidos? Eu estava num carrossel emocional! Não soube olhar à razão e segui a força do meu coração. Hoje só quero pedir desculpa ao Pedro, porque ao contrário daquilo que algumas vezes eu disse, na verdade o Pedro foi sempre paciente comigo, meu amigo, foi ele mesmo e genuíno e é um homem extraordinário», prossegue.

«Eu preciso assumir que não fui a Liliana porque não me sentia livre, estava com o Mário! E ele sabendo do casamento também não me deixou seguir. Era um limbo de estar e não estar. De ‘marcar território’! Houve idas e vindas de ambos. Não me sentia serena com a minha postura. Ter errado fez me ter outra visão sobre tudo e acreditem que já sofri muito pelo meu erro. Devia ter me dado a mim mesma uma oportunidade de ser feliz. Muitas vezes o amor deixa-nos cegos, todos nós já passamos por isso, desta vez aprendi, cresci e só me resta pedir desculpa a quem magoei mas até esses sabem que no fundo agi sem maldade. Já sentiram vontade de ter uma segunda oportunidade e de fazer tudo de novo mas de forma diferente? Eu sinto, mas sei que há oportunidades que só nos  passam uma vez na vida! Sentia-me afogada e perdida, agora dou a cara… Agora sinto me livre…», termina.

Texto: Ana Lúcia Sousa e Ana Filipe Silveira; Fotos: Marco Fonseca e SIC

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top