Nacional

Joana Diniz faz revelação sobre o amor e admite que «não vai perder tempo com relações de plástico»

1 Julho, 2020

Joana Diniz usou as redes sociais para, como já vem sendo hábito, fazer uma reflexão sobre a forma como vê as relações de hoje em dia.

Joana Diniz usou as redes sociais para, como já vem sendo hábito, fazer uma reflexão sobre a forma como vê as relações de hoje em dia. A ex-concorrente da Casa dos Segredos não se conforma com os «sentimentos descartáveis e dispensados» que contribuem para que não se lute pelo que realmente vale a pena.

Ao partilhar uma fotografia em que surge em biquíni, Joaninha – como ficou carinhosamente apelidada no reality show da TVI – não deixou nada por dizer, reconhecendo que «ninguém é único para ninguém, ninguém é especial e insubstituível», algo que a faz perder, muitas vezes, a esperança.

 

«Pessoas nas prateleiras, sentimentos em embalagens de plástico e eu cansei-me deste supermercado…Ultimamente ando especialmente irritada com o tratamento que damos uns aos outros. O ser humano está a perder princípios e até instintos muito nobres tão reconhecidos nos animais ditos não racionais. Falta-nos o espírito protetor, o sentido de manada “um por todos e todos por um”, os laços inquebráveis e insubstituíveis», começou por escrever.

«Sobre este último nem sequer já o reconhecemos, ninguém é único para ninguém, ninguém é especial e insubstituível. Perco a esperança muitas vezes, porque a única certeza que tenho é que desde que conheço um amor incomparável na sua grandeza e eterno – sem duvidas – não consigo aceitar nenhum amor de “plástico”. Quero um amor na escala máxima, porque quando se conhece a grandeza nunca mais se suporta o razoável.

Andamos aqui todos numa competição de ser e de ter a “última bolacha do pacote”, quando o que importa é ser A ou ter O que decide ser e estar. A vida é curta para gastar no “mais ou menos”, no “vai-se indo” e em relações curtas ou do “vamos vendo”.

Não dou pouco, não aceito pouco… para quem vive intensamente, um copo raso será sempre insuficiente mesmo que para outros seja maravilhoso…

Vou estar um tempo assim … a olhar para este mundo onde estamos todos standarizados numa prateleira, onde sentimentos são descartáveis e dispensados quando dão alguma pequena dor de cabeça e onde neste supermercado ninguém quer gourmet… posso demorar mais mas não perco tempo com um mundo que perdeu o íman e com pessoas que andam a flutuar a balões de oxigénio», referiu.

O texto mereceu vários comentários, que concordaram com o discurso da jovem, no entanto houve também quem criticasse a incoerência entre o texto e a imagem partilhada. «O caricato do texto é estar associado a uma foto em fato de banho. Só faltou colocar como capa da playboy um texto do Hugh Hefner… de resto, as frases são vazias, somente para o like no Instagram», pode ler-se.

Recorde-se que Joana está solteira desde março, depois de ter assumido uma relação em janeiro com Fernando, aquele que dizia ser «um excelente pai, um ótimo profissional, um incrível padrasto e um namorado maravilhoso».

Texto: Marisa Simões; Fotos: DR e Reprodução Instagram

Leia também: Joana Diniz mostra celulite nas pernas em fotografia sem filtro

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top