Nacional

Nereida Gallardo conta toda a verdade sobre Gonçalo Quinaz e mostra imagens do filho em família

30 Agosto, 2020

Nereida Gallardo revela que Gonçalo Quinaz quis que ela abortasse de Nairon, revela os maus tratos que sofreu durante a gravidez e sublinha que o filho não vive numa mentira.

A guerra entre Nereida Gallardo e Gonçalo Quinaz parece não ter fim à vista. Depois do ex-jogador de futebol vir a público tecer duras acusações à antiga namorada de Cristiano Ronaldo e assumir que não sabia como era possível o filho de ambos, Nairon de sete anos, ter sido adotado legalmente pelo marido de Nereida (Carlos Vargas) chegou a hora da espanhola contar a sua verdade e toda a história de amor e desamor entre os dois. Nereida é ainda mãe de Danais, de quatro anos, fruto da relação do atual casamento com Carlos Vargas.

«A relação do Quinaz comigo durou aproximadamente um ano. Começamos em março de 2012. Ele não era uma figura pública nessa altura, que eu saiba nunca tinha saído na imprensa ou algo assim. Em novembro do mesmo ano fiquei grávida, por esta altura a nossa relação já era caótica. Quando fiz o teste de gravidez ele reagiu de uma maneira que nenhuma mulher desejaria. Disse que deveria ser um super-herói, que não era possível, que não deveria ser dele e pediu-me para que abortasse porque ele não queria que eu tivesse o bebé. Eu comecei a chorar porque não queria acreditar no que estava a acontecer. Saí da casa onde estávamos e ele não se mexeu, não me ligou, nem veio atrás de mim», começa por contar à revista Maria.

A zanga parece ter durado pouco tempo e segundo Nereida Gallardo, Gonçalo arrependeu-se e pediu-lhe desculpa. «Todas as vezes que viajei para Portugal para ficar um mês, ao fim de uma semana já estava em Maiorca… havia gritos, insultos e muitas discussões, uma das vezes deixou-me  no aeroporto de Lisboa, sem nada . Tive de ligar a uma amiga, que não estava na altura em Portugal e veio a sua mãe ao aeroporto para me deixar as chaves da sua casa», conta a espanhola que ficou conhecida por ter namorado com Cristiano Ronaldo.

Toda a minha gravidez foi um inferno

A espanhola assume que os nove meses em que esteve grávida foram um verdadeiro tormento. «Das últimas vezes que estive em Portugal tivemos outra grande discussão sempre com maus gestos e insultos…  um casal de amigos em comum (meus e de Quinaz) veio a Portimão buscar-me. Acolheram-me na sua casa, sem ter notícias dele, só a sua mãe me ligou várias vezes. Tenho testemunhas disso… insultando-me e dizendo-me que se me encontrasse me atropelava com o carro. Toda a minha gravidez foi um inferno até decidir ir para casa dos meus pais», explica, para depois acrescentar:

«Quando fui a Mallorca, grávida de 5 meses e meio tivemos uma última “pega” onde ele se queixava que eu às 22.00 já estava cansada e que não o levava ao Titos (Discoteca em Palma de Maiorca) e acusou-me de ter outra pessoa com quem me estava a meter na cama. Na autoestrada, enquanto eu conduzia o meu carro puxou o travão de mão e quase nos matámos a todos. Depois disso ele voltou para Portugal e fiquei meses sem saber nada dele. Em julho, ele enviou-me uma mensagem para saber quando ia nascer o Nairon… coisa que eu não sabia porque não era um parto programado… Aproveitou para me insultar. Chegou a dizer-me também por mensagem para meter «Vargas no apelido». Eu não podia acreditar no que os meus olhos liam».

Nereida garante que passou a gravidez sozinha e que foi ela a assumir , sempre, todas as despesas inerentes à mesma. «Quando as águas se romperam a seis de agosto eu avisei o Quinaz que ia para o hospital. Ele chegou à clínica depois de eu dar à luz. No parto estive com a minha mãe que me acompanhou em todo o momento. Ele foi-se embora para Portugal e voltou uma semana depois porque era necessário registar o bebé. Ele veio comigo e com a minha mãe ao registo civil, e ele já sabia (porque lhe tinha dito meses antes) que ia por-lhe o meu apelido. Ele estava presente e não ficou dentro do carro com o meu bebé em pleno agora a 40 graus, como ele diz (Gonçalo garante que não entrou no registo e que não sabia que Nereida não ia colocar Quinaz no nome do bebé)». No momento ele não reagiu nem disse nada, só o fez quando chegou a casa. Insultou-me e disse-me de tudo», diz.

Ao contrário do que Gonçalo diz, Nereida assegura que Quinaz nunca quis saber do filho até aos cinco anos. «Desde o dia do nascimento do meu filo que ele nunca se preocupou em ser pai do menino. Só cinco anos depois em setembro de 2018 é que recebi um mensagem do advogado dele onde dizia que queria reconhecer o filho e que queria chegar a um acordo comigo» partilha., para depois acrescentar:

«Eu remeti essa mensagem à minha advogada e ela é que entrou em contacto com ele explicando que já uma filiação com sentença. Ele sabia, antes desta sentença do tribunal, que havia um pedido de adoção desde 2018, altura em que a minha advogada o alertou. Creio que não faria falta dizer o que fez esta pessoa durante os primeiros cinco anos de Nairon. Ir a realitys (Gonçalo foi concorrente de A Quinta onde se apaixonou por Marta Cruz), tornar-se uma figura pública, ir à televisão que era uma coisa que antes não fazia não é demonstrar nem lutar por um filho. Cada um pode fazer da vida o que quiser, mas creio que ir para a imprensa chorar e dizer que a mãe do filho não o deixa vê-lo na data do aniversário, escrever testamentos nas redes sociais para que a imprensa faça eco disto, não é ser pai.»

Teste revela que Quinaz é o pai biológico

Foi em março de 2019 que Nereida Gallardo recebeu uma notificação de  Quinaz a reclamar que o reconhece como pai biológico e desse o apelido ao filho. «O julgamento foi realizado a 20 de julho de 2020 e em duas semanas o caso foi arquivado, já que a criança está numa família perfeitamente integrada e tem uma filiação legal. O seu pai legal é Carlos Ramón Vargas. Em Espanha, como em muitos países, a adoção é um direito legal. Logicamente toda a criança tem um pai biológico, mas há muitos pais biológicos que não se encarregam dos filhos. O pai biológico de Nairon não reclamou os seus direitos de pai e por lei passaram todos os prazos para que o pudesse fazer. Não fizemos nada fora da lei e a  justiça vai dar-nos razão neste tema», assume ela.

Nereida revela ainda que Nairon já passou por muito, apesar dos seus tenros sete anos. «O meu filho já viveu situações na nossa família inacreditáveis. Ele foi testemunha de como nos perseguiram a  sair do futebol, e sobre isso há uma queixa que foi arquivada por não termos provas», afirma, garantindo que nunca o ameaçou Gonçalo em casa como o próprio diz.  «Se isso fosse verdade eu suponho que ele devia ter feito queixa porque é uma coisa muito grave, e não fez. Desde que decisão do tribunal foi favorável para nós, começamos a receber ameaças através das redes sociais e mensagens a intimidar-nos. É horrível ver o meu filho a chorar porque ia à praia e não pode ir porque vandalizaram o nosso carro. Tivemos de ir à polícia. Nós vivíamos muito tranquilos, e nunca nos tinha acontecido nada deste género», revela. Gonçalo Quinaz garante que não vandalizou carro nenhum.

A espanhola garante que o filho não vive em nenhuma mentira, como Gonçalo Quinaz diz. «Vivemos numa zona residencial onde todos nos conhecemos. O meu filho não vive em nenhuma mentira, creio que é outra pessoa que vive. O meu filho é um menino feliz, vive numa família estruturada e não tivemos de lhe dizer, desde pequeno que ele reconhecesse Carlos como seu pai. Ele disse primeiro papa antes de dizer mamã, no mesmo dia em que Quinaz estava a participar num reality show. Nós não vamos esconder nada ao nosso filho, mas sim zelar pelo bem estar dele e pela estabilidade emocional», sublinha, explicando quando pensa contar a Nairon sobre o seu pai biológico.

«Vamos apoair-nos nos psicólogos. E em conjunto, eles e nós próprios, vamos decidir quando e como contar a Nairon. Quando ele estiver preparado e não estiver sujeito a nenhum transtorno ou trauma, contamos. Porque para nós primeiro é o Nairon, depois Nairon e depois o Nairon», termina.

Gonçalo Quinaz e a sua verdade

Gonçalo Quinaz é o pai biológico da criança, mas desde que nasceu que não tem contacto com ele, tendo sido criada por Carlos Vargas, que se casou com Nereida ainda ele era bebé. Gonçalo Quinaz esteve presente no nascimento do bebé, mas perdeu o contacto logo a seguir. Segundo o ex futebolista, Nereida Gallardo registou o filho apenas em nome dela e não deu ao filho o nome do pai. Recorde-se que Gonçalo Quinaz é ainda pai Martim, de 15 anos, e de António Salvador, que nasceu a 18 de fevereiro de 2019, fruto da relação com Pamela Augusto.

Nairon acabou por ser criado por Carlos Vargas, empresário espanhol, que ao fim de sete anos, se torna legalmente o tutor da criança Nairon e passará por isso a usar o apelido Vargas e não o de Quinaz. Gonçalo Quinaz tem lutado na justiça para ver o seu filho reconhecido como tal, tendo feito testes de paternidade para assim o provar. Testes esses que, segundo ele, deram positivo. Contudo nem isso lhe valeu.

Contacto pela Maria, Gonçalo mostra-se surpreso com a decisão do tribunal de Palma de Maiorca. «Quando na vida se faz e se utilizam e determinadas fraudes até que a verdade venha ao de cima, ganham. Nunca vi adoptar uma criança com o pai vivo, eu não fui informado de nada. O meu advogado não me consegue explicar isso. Como é que uma criança é adotada sem o pai biológico saber», questiona, explicando que tem lutado pelo filho desde que ele nasceu, há sete anos.

Gonçalo garante que não sabe porque Nereida Gallardo não o deixa ver o filho e acredita que é pura maldade. «Eu nunca soube o porquê de ela não me deixar ver o meu filho. Penso que ela nunca soube lidar com a rejeição e acabou por ir por certos caminhos. Mas independentemente das relações terminarem, os filhos não têm culpa. Nunca tinha ouvido tal coisa. Eu tenho provas de ADN que mostram que eu sou o pai dele. Esta adoção foi toda feita nas minhas costas», desabafa.

O antigo jogador de futebol acredita que Nairon não sabe que tem um pai biológico. «Dói a qualquer ser humano, nenhum ser humano merece não estar com um filho. Aquele homem é que é o pai dele, para ele. Dizem que pai é quem cria, mas não, neste caso pai sou eu que sou o pai biológico, que está impedido de estar com o filho. Acredito que ele não saiba que eu existo e que viva numa mentira. Eles dizem que eu ando na luta há cinco anos, mas eu tenho tudo em meu poder em que como luto por ele desde que ele nasceu», sublinha, para depois acrescentar:

«Se não tivesse interesse não andava há sete anos a lutar. Eu quero ter os meus direitos e deveres. Se alguém me tivesse que me rejeitar era o Nairon quando ele tivesse 15 ou 16 anos.»

Gonçalo afirma que vai continuar a lutar pelo filho e que acredita que consiga reverter a situação.

Comunicado de marido de Nereida Gallardo

Em comunicado, Carlos Vargas explica tudo. «Em 2015 decidi adotar e dar os meus apelidos a Nairon», começa por dizer. O empresário garante que sofreu ameaças por parte de Gonçalo Quinaz. «Quando ele fez cinco anos recebemos áudios de whatsup do advogado do sr. Gonçalo Quinaza dizer que queria ter uma relação com Nairon e chegar a um acordo de custódia. Aos cinco anos dele… Demorou cinco anos a mover uma ação contra mim e contra a minha mulher para exigir os direitos sobre a criança», lê-se.

Carlos Vargas revela ainda que Gonçalo Quinaz nunca tentou um contacto efetivo com o filho e denuncia ameaças. «Sabe,os pelas redes sociais que nos últimos anos o sr. Gonçalo Quinaz veio várias vezes a Palma de Maiorca e nunca nos tentou contactar. Desde o dia em que saiu a sentença do tribunal que temos de recebido, nas redes sociais, mensagens ameaçadoras e intimidatórias por sua parte e da família», Lê-se.

O empresário garante ainda que Gonçalo Quinaz terá arrendado uma casa em Palma de Maiorca na última semana e que lhe terá vandalizado o carro. «Arrendou uma casa perto da nossa e na madrugada de dia 12, os meus dois carros apareceram com os pneus furados e a capota rasgada e todos riscados. Já foi tudo comunicado às autoridades e temos provas do que dizemos», lê-se

Gonçalo Quinaz não confirma tais acusações. «Eu gostava é que eles me mostrassem essas provas, que ele pudesse confirmar o que vai dizer, tanto ele como a sua companheira vão levar uma denuncia por calunias falsas», termina.

Veja ainda: Nereida Gallardo mudou de vida. Ex-namorada de Ronaldo cortou ligação com CR7
Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: Redes Sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 7 | 2

 
Top