Nacional

Pedro Fernandes sacrifica vida pessoal em nome do sucesso profissional

19 Outubro, 2019

Pedro Fernandes é um dos mais recentes e mediáticos rostos da TVI, mas longe dos holofotes, o humorista e apresentador encontra na mulher e nos filhos o seu porto de abrigo.

Licenciado em Publicidade e Marketing, foi na representação e no humor que encontrou a sua vocação. Com 41 anos, celebrados a 16 de outubro, Pedro Fernandes assume-se cada vez mais como uma das principais figuras televisivas no que ao entretenimento diz respeito.

Com efeito, depois de ter participado em A Tua Cara Não me É Estranha, da TVI, sente que é uma aposta do canal da estação de Queluz de Baixo, que lhe confiou a condução para os finais de tarde, do concurso Ver P’ra Crer. «Se assim não fosse não me tinham dado um programa neste horário», responde.

No entanto, a tarefa não se afigura nada fácil como o próprio reconhece: «O objetivo é ter sempre o maior número possível de espetadores a ver. É sinal de que as pessoas gostam do teu trabalho. É claro que o nosso pensamento passa sempre por reconquistar este horário, que é muito difícil e que nos últimos anos teve 18 programas!»

No entanto, nada parece assustar o comunicador que garante estar preparado para enfrentar mais um desafio na sua vida profissional: «Gosto de ter responsabilidades. Tenho-as na RFM (onde trabalha), em casa… vou fazer o meu melhor e, depois, o público decide».

Namoro de verão

Apesar do entusiasmo com que encara este projeto, o lado «menos positivo» passa por este lhe retirar mais algum tempo à sua vida pessoal. Ao sair de casa às 06h30 da manhã para a rádio e a gravar o concurso às quartas, quintas e sextas-feiras, Pedro Fernandes reconhece que passa «imenso tempo fora de casa».

Casado há 14 anos e com dois filhos, Tomás, de 11 anos e Martim, de seis, o apresentador mantém uma estável relação com a mulher, Rita. Questionado sobre o segredo para tantos anos juntos, o humorista não sabe explicar, como referiu numa entrevista à revista TV 7 Dias, mas aponta algumas razões para uma união tão duradoura: «Estamos juntos nas conquistas, nas derrotas, apoiamo-nos sempre um ao outro. É sempre bom voltar a casa e saber que ela está lá, que os meus filhos estão lá. São o meu porto seguro», declarou.

Um amor para o resto da vida que começou como uma «paixão de verão», como explicou na mesma entrevista: «Na altura era um adolescente! Tínhamos 15 e 16 anos. Nunca sonhei que fosse ela a mulher com quem iria casar-me e com quem iria ter dois filhos e ficar para toda a vida. Quando temos 15 anos, achamos que é um namoro de verão. Eu passava os três meses de férias no Algarve e ela foi lá passar aquele mês. Depois, marcámos mais uns encontros em Lisboa, porque ela morava em Sintra e eu estava a estudar em Benfica».

VEJA TAMBÉM:
Pedro Fernandes apanha mulher com outro «homem» na cama!
Filomena Cautela declara-se a Pedro Fernandes: «Já passámos por tudo e por tanto»
Texto: Mário Rui Santos; Fotos: Paula Alveno e reprodução redes sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top