Notícias e TV

Prisioneira: Omar é acusado de traição e bala é disparada na sua direção

3 Junho, 2019

Não perca o episódio desta noite da novela da TVI.

Glória entra em casa animada por ter conseguido dar um chega para lá a Tomé e Vítor percebe que a vida anda a correr bem à filha, que o abraça feliz. Vítor pergunta-lhe se toda aquela história com Graça está a dar-lhe jeito para se livrar do crime que cometeu. A rapariga começa a chorar, desolada.

Vítor chega ao quarto e retira uma mala do armário, onde guardou a faca do crime. Fredy percebe que Glória está perturbada e não quer acreditar que ela falou com o pai sobre a morte de Khalef. O rapaz fica muito preocupado.

Teresa diz a Diogo que Omar vai colaborar nas investigações e que ficou em Portugal porque vão ter um filho. A filha de Lídia queixa-se por não poder contar a Omar que é uma agente infiltrada.

Omar acorda e depara-se com Lídia na sala. Esta fica chocada por vê-lo em casa de Teresa e diz-lhe para sair da vida da filha. Teresa perde a paciência e expulsa a mãe de casa. O médico diz que não queria que aquilo tivesse acontecido, mas a namorada acha que era inevitável. Teresa decide começar uma família nova, com o filho que vão ter.

Diogo agradece a disponibilidade de Omar para ajudar nas investigações e pede-lhe confidencialidade quanto ao seu envolvimento na unidade contraterrorismo. O médico diz saber qual é a última morada de Al-Husayni.

Lídia vai ter com Vítor para lhe contar que Omar ficou em Lisboa e acaba por envolver-se com o ex-marido. Os dois veem Glória na TV e esta fica estupefacta com as coisas que a filha diz. Lídia teme que os jornalistas tentem descobrir quem é a mãe. Já Vítor ri-se, por Glória ser desenrascada como ele.

Glória está orgulhosa com a entrevista que deu e Fredy diz que ela abusou nas coisas que disse e diz estar preocupado por a situação estar a ficar fora de controlo. Lídia dá dois estalos à filha e diz-lhe que foi longe demais. Glória não se deixa intimidar e ameaça contar a toda a gente que ela é sua mãe. Lídia contrapõe e diz que, se assim for, conta que ela não era namorada de Gonçalo. Aponta ainda que devia ter aceitado o dinheiro e ter ficado calada.

Omar indica onde vive Al-Husayni e Diogo dá-lhe sinal para avançar. Al-Husayni sai do prédio e inicia-se uma perseguição. Diogo encurrala-o e aponta-lhe uma arma. O árabe acusa Omar de o ter traído. E uma bala é disparada na direção deles.

Fredy está chateado por Glória ter falado com o pai sobre a morte de Khalef e acusa-a de estarem nas mãos de Vítor.

 

 

Texto e fotografias: TVI

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top