Nacional

Quase a ser pai, Tiago Teotónio Pereira “em negociações” com namorada para escolher nome da filha

30 Julho, 2021

Preparado para receber a filha, Tiago Teotónio Pereira está "em negociações" com Rita Patrocínio para escolher o nome da bebé. Ator quer assistir ao parto.

Tiago Teotónio Pereira está “em negociações” com a namorada, Rita Patrocínio, para eleger o nome da filha. A menina será o primeiro rebento do casal e o nascimento está previsto para setembro. À margem da apresentação da mininovela Pôr do Sol, que a RTP1 estreia a 16 de agosto, o ator contou à Maria que está “tranquilo” e que, se for permitido, quer assistir ao parto.

“Estou ansioso. Estou preparado”, começa por garantir Tiago Teotónio Pereira. “Eu estou tranquilo, ela está tranquila, está tudo bem. É tudo normal, é uma seca”, atira, entre risos.

Se as medidas de contenção por causa da pandemia assim o permitirem, o ator faz questão de estar ao lado da irmã da apresentadora da SIC Carolina Patrocínio quando a bebé nascer. “Se puder, claro que assistir ao parto. Eu faço tudo”, brinca ainda.

Quanto ao nome, Tiago Teotónio Pereira garante que ainda não está escolhido, porque o casal está “em negociações”.

Tiago Teotónio Pereira e Rita Patrocínio estão juntos há cerca de um ano, mas mantiveram uma postura discreta quanto ao romance. Só a 14 de fevereiro passado, no Dia dos Namorados, assumiram publicamente a relação.

O anúncio da gravidez foi feito nas redes sociais com a partilha de uma fotografia em que o ator surge a beijar a barriga da namorada. “A nossa família continuar a crescer, desta vez uma menina”, escreveu Rita na legenda.

Tiago Teotónio Pereira, inspetor da PJ em mininovela da RTP1

Em Pôr do Sol, Tiago Teotónio Pereira contracena com a atriz Débora Monteiro. “Vamos ser polícias e desvendar os mistérios todos da Herdade do Pôr do Sol”, explica, referindo-se ao ambiente em que a ação se desenrola.

Para se preparar para esta mininovela da RTP1, cuja produção esteve a cargo da Coyote Vadio, teve “aulas” com a Polícia Judiciária (PJ) com direito a “armas, tiros e perseguições”. “Foi interessante. A minha personagem aspira muito ser reconhecida na PJ e diz sempre as coisas certas, mas nunca ninguém a ouve”, desvenda, sobre o projeto de ficção que visa satirizar com as novelas em Portugal. “Este registo de comédia é sempre bom. É relaxante e levezinho”, confessa.

Diogo Amaral, Manuel Cavaco, Gabriela Barros, Marco Delgado, João Baptista, António Melo, Carla Andrino, Madalena Almeida, André Pardal, Cristóvão Campos, Rodrigo Saraiva, Sofia Aparício, Noémia Costa e Sofia Sá da Bandeira também integram o elenco.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução redes sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top