Internacional

Rainha Isabel II é um bom garfo mas há alimentos que não come ao jantar

16 Novembro, 2019

Não é exigente na hora de comer e geralmente não reclama com a confeção dos refeições. Mas existe algo que não tolera no prato. Descubra neste artigo.

É inegável que no alto dos seus 93 anos, a rainha Isabel II mantém uma figura invejável. E muito do mérito da sua “eterna juventude” parece centrar-se na dieta alimentar que a avó de Harry e William faz questão de manter.  Mas se até agora havia poucas pistas que levassem aos seus hábitos alimentares, elas foram dissipadas quando Darren McGrady, que foi o seu chef pessoal durante mais de uma década, revelou quais os gostos culinários da monarca inglesa.

Leia ainda: Quer uma bandolete igual à de Kate Middleton? Está à venda em Portugal e só custa 21 euros!

Segundo refere o o jornal britânico “Express”, Isabel II é uma boa comensal e quase não tem nenhum  alimento proibido. Ou seja, a sua dieta não pode ser mais variada. A única exceção é ao jantar, quando não come nada que contenha amido ou seja, nenhuma batata, arroz ou massa. Ela é muito “disciplinada quando janta sozinha”  refere Darren.  Prefere carne de veado, faisão com molho de cogumelos ou um prato de  salmão, perfeito para ir para a cama com o estômago nas melhores condições para adormecer e também para não ganhar peso.

Todos estes produtos são provenientes das  propriedades da casa de Windsor que possui em  Sandringham e Balmoral. Por outro lado existe também uma tradição aos domingos: churrasco, sempre bem passado.

Caderno de sugestões

Para começar o dia, a rainha da Inglaterra é bastante  clássica: nada melhor que uns bons cereais, o mesmo que podem comer os plebeus ((a torrada com abacate que Meghan introduziu no  palácio parece não a ter convencido). Ao almoço, o seu cardápio favorito consiste em peixe com legumes (de preferência espinafre e abóbora), ou frango grelhado com salada.

Por outro lado, como boa inglesa que é, não pode passar um dia sem tomar várias chávenas de chá, acompanhada por sandes de pepino, salmão defumado, ovo e maionese ou presunto com mostarda. Para os momentos doces, a mulher do príncipe Filipe, opta por biscoitos e doces de mel e gengibre, frutas e chocolate.

Leia ainda: Meghan Markle tem uma sósia! Faz-se passar pela duquesa e fatura 400 euros em poucas horas

Também é  verdade, disse McGrady, que para Isabel II  comer não é um prazer, mas um meio de sobrevivência, ao contrário do marido, que gosta de comer muito, embora  siga os conselhos alimentares da esposa,

Mas McGrady não foi o único que revelou os segredos culinários da realeza britânica. No livro Jantar no Palácio de Buckingham, Charles Oliver, um ex-funcionário da Casa Real, diz que esta faceta “conformista” das rainha muda quando recebe convidados.Ela  tem um caderno no qual ela escreve “sugestões” para os seus cozinheiros como forma de melhorar os pratos para o futuro. Embora afirmem que quase todas as páginas estão em branco, é famoso o momento em que a monarca encontrou um caracol no prato. Ela embrulhou-a num papel  e anexou um comentário que dizia: “Encontrei isto na salada. Você pode comer?” Oliver não revelou se o chef manteve seu cargo após o incidente.

Leia ainda: Rainha Letizia tropeça em público e acaba por repreender guarda-costas: «Quase me mataram»

Segredos de armário

Também a estilista, conselheira e costureira da rainha, Angela Kelly publicou um livro sobre os mais de 25 anos em que ela trabalhou sob suas ordens.

Kelly está encarregada de experimentar os novos sapatos do monarca. “A rainha tem muito pouco tempo para si mesma e muito  menos para experimentar os seus próprios sapatos, e, como temos o mesmo número, faz mais sentido ser  desta maneira”, explicou. Os chapéus da monarca  também despertam grande interesse, especialmente durante as corridas de cavalos de Ascot, um evento que Isabel II nunca perde. Semanas antes do evento, as casas de apostas enchem-se de apostas sobre a cor do chapéu da rainha. Para que nenhum funcionário do Palácio de Buckingham revele como será o guarda-roupa do monarca, Kelly deixa vários estilos de cores diferentes prontos, para que a rainha possa escolher um.

Texto: Mário Rui Santos

 

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top