Internacional

Tragédia. Queda de helicóptero mata pivô de TV

11 Fevereiro, 2019

O jornalista brasileiro Ricardo Eugênio Boechat morreu, esta segunda-feira, na sequência de um acidente com um helicóptero. Tinha 66 anos.

Morreu, esta segunda-feira, dia 11, o jornalista brasileiro Ricardo Eugênio Boechat. O pivô do Jornal da Band, do canal homónimo, e radialista da BandNews FM, do mesmo grupo, seguia num helicóptero, que se despenhou numa das principais estradas do estado de São Paulo, colidindo com um veículo.

Além de Boechat, o piloto do helicóptero também perdeu a vida na sequência deste acidente. O motorista do camião ficou ferido e terá sido transportado para um hospital. No local estiveram pelo menos 11 viaturas de socorro.

A informação foi confirmada pelo portal de notícias G1, pertencente ao grupo da estação de televisão Globo, que adianta que o jornalista regressava de Campinas, onde foi dar uma palestra, e que o helicóptero se preparava para pousar no heliporto da Band. Boechat tinha 66 anos.

A notícia foi dada na antena da Band pelo jornalista José Luiz Datena, que não conteve a emoção ao anunciar a morte do colega: «Com profundo pesar, destes quase 50 anos de jornalismo, cabe-me a mim informar que o jornalista, amigo, pai de família, companheiro, que na última quarta-feira, que eu vim aqui apresentar o jornal, deu-me um beijo no rosto, fingido que ia ‘cochichar’ alguma coisa, e, no fim, brincalhão como ele era, falou: ‘É, bocão, eu só queria dar-te um beijo’. Queria informar aos senhores que o maior âncora da televisão brasileira, Ricardo Boechat, morreu hoje num acidente de helicóptero».

Texto: Dúlio Silva | Fotografias: Divulgação Band e reprodução Instagram

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top