Saúde e Bem-Estar

Estes são os 5 hábitos que agravam a queda de cabelo e que não imagina! Especialista explica porquê

5 Novembro, 2019

A queda de cabelo no outono é inevitável. No entanto, há hábitos que podem acentuar este problema que afeta a nossa imagem e auto-estima.

No outono, é comum notarmos uma queda de cabelo mais acentuada mas este não é um motivo de alarme. Afinal, estamos perante uma condição natural que faz parte do ciclo de crescimento do cabelo.

«É uma queda sazonal que ocorre nesta época do ano e que está relacionada com o ciclo anual de crescimento do cabelo», confirma Paula Quirino, médica dermatologista, especialista em Tricologia, no Centro de Dermatologia Epidermis, no Porto, explicando que «no início do verão, há um número superior de cabelos que entram em fase de ‘repouso’ e que depois caem, cerca de quatro meses depois», momento este que coincide com esta altura do ano.

Por esta razão, há sempre uma queda de cabelo mais intensa no outono e que não conseguimos evitar. No entanto, há fatores, como o stress ou determinados medicamentos, como as pílulas anticoncecionais, que podem agravar esta queda e hábitos, no dia a dia, que também podem contribuir para uma perda mais acentuada de cabelo.

«O cabelo que cai nesta altura já parou de crescer há alguns meses e vai cair de qualquer maneira. O que recomendamos é ‘otimizar’ a qualidade do cabelo que entretanto vai nascer», refere a dermatologista, alertando para os principais erros que tendemos a cometer no dia a dia.

Estes são os hábitos errados que deve evitar

  1. Reduzir o número de lavagens

    O número de cabelos que cai diariamente é o mesmo e a maior parte é retirada na lavagem. Se começarmos a lavar o cabelo com menos frequência, vamos acumular mais cabelos e o que vai acontecer é que, na lavagem seguinte, vão cair mais cabelos. Reduzir o número de lavagens por semanam para além de não modificar o número de cabelos que cai diariamentem pode ser contraproducente porque agrava a ansiedade em relação à queda de cabelo.

    O que deve fazer: O cabelo pode ser lavado todos os dias, de manhã e à noite, inclusivamente, desde que a lavagem seja feita com um champô suave, de ‘uso frequente’, e que não contenha substâncias demasiado detergentes. O número de lavagens depende, principalmente do tipo de cabelo e da atividade física diária de cada pessoa.

  2. Alisar o cabelo em casa com o secador

    O hábito de esticar o cabelo sempre que o lavamos pode arrancar cabelos que, teoricamente, não era suposto caírem. Se o cabelo estiver fragilizado e numa fase de queda mais intensa, os brushings frequentes devem ser evitados. Para além de reduzirem a densidade capilar, podem provocar uma queda por traumatismo.

    O que deve fazer: 
    Se gosta de ter o cabelo liso, é preferível fazer um alisamento profissional, uma ou duas vezes por ano, ou usar uma prancha de alisamento que não provoca tração no cabelo, ao contrário das escovas usadas para esticar o cabelo. Contudo, há um cuidado importante a seguir: antes de aplicar a prancha (a uma temperatura não muito elevada) deve fazer uma pré-secagem do cabelo, usando o secador (este deverá permanecer a uma distância de cerca de 30 cm do cabelo).

  3. Recorrer a champôs para ‘tratar’ a queda

    Os champôs são produtos de higiene que interferem apenas na haste capilar, deixando-a mais seca ou mais hidratada e, ao contrário do que se pensa, não há champôs que ajudem a atenuar a queda de cabelo. O ciclo de crescimento capilar não é afetado por nenhum produto de higiene ou qualquer outro fator de uso externo.

    O que deve fazer: Perante a presença de sinais de queda acentuada (se notar o cabelo mais fino e falta de cabelo em determinadas regiões do cabelo, nomeadamente na zona frontal) deverá consultar imediatamente um especialista para um diagnóstico atempado, pois há alguns tipos de queda que são irreversíveis e que devem ser despistadas o mais precocemente possível.

  4. Pentear o cabelo sem aplicar máscara ou condicionador

    Pentear o cabelo molhado e, especialmente durante o banho, sem ter aplicado antes uma máscara hidratante ou um condicionador vai exercer tração no cabelo e pode fazê-lo cair mais. Se o cabelo estiver molhado, é mais fácil arrancar cabelos.

    O que deve fazer: Antes de pentear o cabelo, aplique primeiro um condicionador ou uma máscara hidratante. Este cuidado prévio ajuda a desembaraçar o cabelo e a evitar a tração posterior provocada pela escovagem.

  5. Usar o cabelo apanhado (com tração) todos os diasA tração que é exercida no cabelo através de um apanhado ou de um ‘rabo de cavalo’ que repuxe o cabelo durante um longo período de tempo pode fazer desaparecer esse cabelo, dando origem a um tipo de queda de cabelo: a alopécia por tração. Este tipo de queda é especialmente comum entre mulheres africanas e bailarinas.O que deve fazer: Se tiver o hábito de prender o cabelo, todos os dias, ao fim de dois ou três anos pode haver uma alopécia por tração. Evite prender o cabelo com tração. Opte por usar o cabelo solto e prefira apanhados suaves que não provoquem tração no cabelo.
Veja também: Cabelo cor-de-rosa! Como usar a tendência que está a conquistar as famosas
Texto: Sofia Santos Cardoso | Fotos: Istock

 

 

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top