Saúde e Bem-Estar

Estes são os maiores benefícios do chocolate

7 Julho, 2019

Hoje é o Dia Mundial do Chocolate. O site da revista Maria reúne os maiores benefícios deste que é o alimento mais apreciado no mundo. Descubra quais são!

Se estava à procura de um bom pretexto para voltar a comer chocolate, temos a desculpa perfeita. Hoje, dia 7 de julho, comemora-se o Dia Mundial do Chocolate. Se não for suficiente para se render a este guilty pleasure, saiba que, em doses moderadas, este alimento pode trazer muitos benefícios para a sua saúde e bem-estar.

O site da revista Maria reuniu os principais benefícios deste «alimento-tentação». Mas antes importa esclarecer que estes benefícios dizem respeito apenas ao chocolate preto, a versão mais saudável do chocolate.

Por conter uma maior concentração de cacau na sua composição, o chocolate preto inclui também uma série de nutrientes muito saudáveis.

  • É rico em polifenóis reconhecidos pela sua atividade antioxidante e de proteção celular. Desempenham um papel relevante na diminuição de processos inflamatórios e do risco de desenvolver doenças cardiovasculares, neurodegenerativas e cancerígenas.
  • Contém metilxantinas, peptídios e micronutrientes, como o magnésio e o cobre que também podem atuar, de forma sinérgica, sobre a inflamação e a proteção celular.
  • As metilxantinas, como a cafeína e a teobromina exercem ainda um efeito estimulante no organismo, contribuindo para níveis de concentração superiores.
  • O cacau é ainda fonte de triptofano, um aminoácido precursor de serotonina, um neurotransmissor importante na regulação do humor e bem-estar.

Não se iluda… Mais saudável não significa menos calórico

Não se esqueça que, independentemente do tipo, o chocolate é sempre um alimento calórico, devido à quantidade considerável de açúcar e gordura (maioritariamente saturada) que contém.

Apesar do chocolate poder ser um alimento «saudável», isto não significa que possa consumi-lo «sem conta, peso e medida». Se o objetivo é aumentar o consumo de antioxidantes, por exemplo, deve procurar outros alimentos com teores de gordura e açúcar mais baixos, como é o caso da fruta, dos hortícolas e do chá, particularmente do chá verde.

Se procura no chocolate um aliado para melhorar o humor, saiba que a prática de exercício físico também liberta alguns dos neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar.

O mais importante é que o consumo do chocolate seja consciente e moderado. Afinal, não há alimentos proibidos, desde que estes sejam enquadrados num estilo de vida saudável e combinados com uma alimentação variada e completa.

Veja ainda: Afrodisíaco? Ajuda a emagrecer? Mitos e verdades sobre chocolate, o alimento do amor

Texto: Sofia Santos Cardoso; Fotos: Pixabay

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top