Saúde e Bem-Estar

O que acontece ao nosso corpo quando bebemos Coca-Cola?

13 Setembro, 2020

É uma das bebidas mais consumidas no mundo todo. Veja o que acontece desde o momento em que ela entra na boca até 60 minutos depois.

A Coca-Cola «nasceu» há mais de 130 anos. E, imagine-se, para curar dores de cabeça. Hoje em dia é um dos maiores símbolos americanos e um dos mais vendidos em todo o mundo.

Mas hoje sabe-se que esta bebida está bem longe de ser um «remédio». Não é novidade nenhuma que, como todos os refrigerantes, a Coca-Cola é uma autentica bomba de açúcar e que pode fazer mal à saúde.

Mas será que sabe mesmo o que é que esta bebida faz ao seu corpo? Wade Meredith escreveu um texto viral que explica o que acontece ao nosso corpo, em várias etapas, desde o momento em que a primeira gota deste refrigerante entra na boca até uma hora depois.

Após 10 minutos

Nos primeiros minutos temos um choque gigante de açúcar: ingerimos a absurda quantidade de 10 colheres de chá de açúcar.

E só não vomitamos com o excesso de açúcar porque o ácido fosfórico ilude o organismo que, desta forma, acha que há menos quantidade de glicose do que aquela que realmente existe.

Após 20 minutos

O choque de açúcar continua, agora atingindo a corrente sanguínea. Dá-se então uma explosão de insulina, que faz com que o fígado comece a transformar todo o açúcar em gordura muito rapidamente.

Após 40 minutos

A absorção de cafeína já está completa. Com isso. as pupilas dilatam-se, a pressão arterial sobe e os receptores de adenosina (os receptores de energia) no cérebro são bloqueados, o que nos desperta muito.

Após 45 minutos

É neste momento que o cérebro começa a libertar a dopamina, uma hormona que estimula os centros de prazer, associada ao consumo de açúcar. O efeito é semelhante com aquele que resulta da ingestão de alguns tipos de drogas.

Após 60 minutos

O efeito diurético da cafeína começa a fazer efeito, o que o faz ir à casa de banho. Problema: na urina vai libertar importantes minerais como zinco, cálcio ou magnésio. Somamos a isto, o facto dos níveis de açúcar começarem a descer bruscamente, o que o vai fazer sentir-se irritado.

Como resultado, o cérebro, que está carente de dopamina, vai fazê-lo ir buscar açúcar a outros produtos do género.

 

Leia a Maria sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção, mas mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Não tem conta PayPal? Não há problema! Pode pagar através de transferência bancária!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top