Saúde e Bem-Estar

Operação Biquíni: Os erros mais comuns nas dietas para alcançar a boa forma

28 Março, 2021

Se está a preparar o corpo para o verão, a tão falada operação biquíni, tenha atenção à dieta. Perder peso até é fácil, mas manter a linha é mais difícil.

Se já está a pensar na Operação Biquíni, não deve cometer erros comuns que podem deitar tudo a perder. Não basta força de vontade para conseguir eliminar os quilinhos a mais antes do verão.  O importante é compreender o seu corpo e levar a cabo uma estratégia que preserve a sua saúde. Por isso, o melhor é nunca fazer as seguintes loucuras.

O que deve ter em conta na Operação Biquíni

DEIXAR DE COMER

O primeiro impulso é reduzir consideravelmente a quantidade de alimentos ingeridos. É um erro. Deve, isso sim, apostar numa reeducação alimentar. Passe a comer de forma mais racional, evitando o que faz mal e o que engorda. Nunca
deve passar forme. “Optar somente por saladas e grelhados só vai saciar a sua fome por um período de tempo curto, pois a absorção será logo em seguida, o que faz
aumentar a vontade de comer e perder o controlo. Restrição severa só gera compulsão alimentar.”

EMAGRECER MUITO E RÁPIDO

Qualquer dieta deve ser seguida por um nutricionista. Este profissional irá, com
certeza, explicar-lhe que não é aconselhável perder muito peso demasiado depressa. Esse é o motivo principal para voltar a engordar. Numa dieta saudável deverá perder entre um e dois quilos por semana, nunca mais.

DIETA RESTRITIVA

Nenhum tipo de alimento deve ser eliminado de uma alimentação saudável. Reduzir os hidratos de carbono pode ser benéfico, bem como aumentar a ingestão de proteína, em combinação com um aumento de exercício físico. Mas não deve deixar de comer um tipo específico de alimento, pois corre o risco de entrar
em défice de certas vitaminas.

SALTAR REFEIÇÕES

Na tentativa de emagrecer mais rápido é tentador saltar certas refeições. Ora, nada de mais errado. Mais uma vez, corre o risco de ficar com mais fome e cair em tentação na primeira oportunidade que tiver. Conclusão: o esforço das últimas semanas ficará praticamente perdido.

SUMOS DE FRUTA

À medida que os dias aquecem é tentador fazer e beber sumos de fruta. Há até quem opte por se alimentar durante longos períodos apenas disso. Nada mais errado. A fruta é bastante calórica, para além de conter muito açúcar. Um sumo de laranja, por exemplo, não leva menos de três laranjas. Dificilmente comeria tantas
laranjas de seguida.

SALADAS SABOROSAS

Uma coisa é certa: uma salada pode ser fresca e saudável, mas dificilmente será apetitosa a não ser que use molhos em excesso. O problema é que esses temperos estão frequentemente carregados de calorias. Em vez de estar a comer de forma
saudável estará, isso sim, a ingerir ainda mais calorias.

OPTAR POR PRODUTOS LIGHT

Estes produtos alimentares até podem ter menos calorias, mas geralmente estão
carregados de açúcar ou de sódio (que poderá provocar retenção de líquidos). Um
Biquíni exemplo muito comum é a compra de iogurtes com a designação “magro”
ou “light”. Em muitos casos, esse menor teor de gordura é compensado pelo aumento da adição de açúcar.

EVITAR TODAS AS GORDURAS

São consideradas as grandes vilãs das dietas, mas não é bem assim. Nem todas as
gorduras são más ou fazem engordar. Trata-se de um nutriente essencial, responsável pela manutenção dos níveis hormonais. Ficar sem ingerir gordura durante uma dieta para emagrecer é um erro. Opte por comer peixe gordo, como o salmão ou a sardinha, cuja gordura está carregada de ómega 3.

Leia mais
Os perigos de ter o corpo da moda. Especialistas alertam os erros das dietas

Foto: Pixabay

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top