Família e Carreira

«Apaixonei-me pelo meu padrasto e fugi de casa por causa disso»

16 Agosto, 2019

padrasto

«Algo se passava comigo. Queria muito estar com ele, almoçar, jantar, ir à praia… percebi que me estava a apaixonar pelo meu padrasto».

Tinha 22 anos quando os meus pais se separaram.

Cada um deu seguimento às suas vidas e a minha mãe, anos depois, começou a ter uma relação com um homem alguns anos mais novo que ela.

 Como é natural, começámos a ter uma relação como tantas outras famílias. Almoços, jantares, férias…

Até que percebi que algo se passava comigo. Queria muito estar com ele, almoçar, jantar, ir à praia… percebi que me estava a apaixonar pelo meu padrasto.

Conversei com ele e deixei-o perplexo. Pedi para não contar nada à minha mãe e que aquele fosse um segredo nosso.

Continue a ler aqui.

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top