Nacional

Final de Agricultor: «A Dalila ganhou um troféu, não a sinto apaixonada por João Paliotes»

14 Agosto, 2020

Ângel Magalhães assume o papel de comentadora do site da Maria e analisa todas as semanas Quem Quer Namorar Com o Agricultor 3. A antiga concorrente do programa da SIC não tem papas na língua.

De volta onde tudo começou, está na hora das decisões.

O António Gonçalves o nosso salta pocinhas do amor que saltitou entre todas as candidatas e que esteve sempre convencido desde o início da emissão que todas as convidadas eram portadoras de  “ciumeira” chega à reta final com borboletas, formigueiro e confusão no cérebro, parece ter encontrado a sua governanta na pessoa da Aurélia. Ele tem pena das dores dela e sente-se comovido pela fragilidade da Aurélia eterna romântica, está convencido que com ele ela vai curar. É um bálsamo para a sua própria alma ter a oportunidade de poder cicatrizar feridas dos outros , poderá desta forma alcançar efeitos e sintomas de bem estar, poder envolver-se com uma pessoa com um histórico sentimental carregado de decepção e ajudar no processo de equilíbrio emocional da mesma .
Mas só porque tem necessidade de curar as dores das pessoas como gostaria imensamente que lhe curassem a alma, este homem está de luto no amor e não tem disponibilidade psicológica no momento para avançar num relacionamento.
O Ricardo Bernardes o agricultor com o coração indomável , é um surfista do amor com brisas de (a)mar de loucura boa, só com sensações extremas conseguirão domar este coração, e  é “bom demais”  a leveza dele. É simplesmente feliz à sua maneira, sempre o disse desde o início que este senhor é especial, mas sozinho por enquanto. O coração não palpitou a momento algum durante o percurso desta aventura, bravo pela decisão, foi este final que esperei para ele!
Temos a nossa Catarina Manique que receia deixar alguém de coração partido, dá-me a sensação que ela não percebeu que nenhum dos boys band sentiu interesse por ela durante este formato televisivo, o que poderia, a meu ver, formar um casal com ela foi o primeiro a ser excluído o Pedro, tinha toda as qualidades para a fazer feliz .
Percurso sem falhas para os boys band  em termos de vestimentas inapropriadas para lidas do campo, de teatro amador e de exibição de corpos musculados, aqui ficará uma amizade e talvez uns patrocínios para passagens de modelos .
O Tonecas, Francisco Tomé, está convencido de ter encontrado o amor, o mendigo do amor e o grau elevado de carência fez dele o deslumbrado do querer amar a todo o custo, aproveitou todos os dias ao máximo na base dos beijos roubados e amassos, encontrou o sapato que queria calçar na pessoa da Maria João, mas antes de “calçar” a Maria João também tinha gostado da yasmyni. Estes amores repentinos que dão vertigens, ela, Maria João, sente carinho, ele sente amor, um abismo gestual perturbante neste casal, um distanciamento social e emocional de excelência.
Depois temos o  Paliotes que nos chega de beicinho pela Dalila, o amor pairou no ar logo nos primeiros dias em torno do ” gerador” a química inexplicável foi intensa  e sem moderação, foi crescendo ao longo da experiência entre chantagem emocional e conflitos, a lavagem de cérebro  ao agricultor foi visível a olho nu desde a primeira passagem pelo gerador, era mais que óbvio que este final estava previsto deste os primeiros dias, sinto no entanto uma ligeira contradição nos propósitos da Dalila, não a sinto completamente apaixonada mas sim como uma vencedora de um troféu.
Chegamos assim ao final dos amores no campo, a vida do campo é fantástica entre amores e desamores o que interessa mesmo é a experiência que ficará marcada para todo o sempre.
Leia ainda: Pedro Pé Curto mostra mensagens privadas com assédio de Inês Martins de Agricultor

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 6 | 1

 
Top