Notícias e TV

Nazaré: Rui é queimado vivo e desaparece depois de tentar matar Duarte

17 Outubro, 2020

Em breve na novela Nazaré, cheio de raiva, porque a mãe devolveu a empresa ao irmão, Rui decide matá-lo. O veterinário pega fogo à Atlântida mas algo de grave acontece...

Rui não consegue viver bem com o facto de o irmão ter tudo o que ele quer na vida: sorte no amor e nos negócios. Depois de Natália ter decidido devolver a empresa a Duarte, o veterinário decide tomar medidas drásticas para se livrar do irmão de uma vez por todas e pega fogo à Atlântida. Porém, o plano não corre como esperado e o jovem acaba por ser apanhado pelas chamas, sendo transportado para o hospital. Mas Rui tem medo que seja descoberto como o responsável pelo incêndio e decide desaparecer, mesmo estando com o corpo coberto de queimaduras.

Desesperado com dores, o jovem assalta o lar, onde sabe que há medicamentos que o podem tratar e aliviar as dores. Encapuzado e com o corpo curvado por causa das dores, Rui procura, às escuras, um analgésico forte quando João, que ouviu um barulho, abre a porta. O veterinário assusta-se, mas consegue escapar levando no bolso os medicamentos que pode.

Loucura por amor

No dia seguinte, num armazém abandono, Rui está deitado, inconsciente. Natália aparece e vê um corpo. É o filho que ela julga estar morto. Natália grita, horrorizada, e quando vê a cara de Rui engole em seco. Ele está todo queimado. “Filho… Meu filho…”, diz ela, em sofrimento. Nesse momento, Rui inspira e forma ruidosa, a espelhar o sofrimento em que está. A mãe diz-lhe para ter calma, que vai chamar uma ambulância, mas Rui agarra no telemóvel. “Não… não podes chamar ninguém… promete-me”, suplica o jovem.

Natália diz que não quer que ele morra, mas ele responde que prefere morrer a ir preso. Com o rosto lavado em lágrimas, Natália abre a maleta que levava consigo e começa a tirar ligaduras e medicamentos. Enquanto trata dele, avisa-o que assim que ele melhorar vai acabar com aquela loucura e vai desaparecer para bem longe. “O fogo na Atlântida… foste mesmo tu?”, pergunta ela.

“Não é… o que todos… dizem?”, diz Rui. Nesse instante, ela percebe que foi o filho que cometeu o crime. Incrédula, ainda o questiona: “Ias matar o teu
irmão?” Rui não lhe diz nada e Natália, desolada, chora ainda mais. De seguida, Rui pergunta por Nazaré, o que deixa a mãe furiosa, dizendo-lhe para ele não se atrever a perguntar pela mulher do irmão.

Rui vira-lhe as costas e diz para ela se ir embora. Natália chora, desesperada.

Nazaré: JOÃO APANHA UM SUSTO

Quando se apercebe que está alguém no lar, João faz tudo para o apanhar, mas Rui, apesar de ferido, é mais astuto e consegue escapar, deixando João em estado de choque, pois leva um grande encontrão.

Leia ainda: Natália pede a Duarte que volte para a Atlântida
Texto: Carla Silva Santos; Fotos SIC

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 1 | 0

 
Top