Nacional

Rita Pereira de volta ao Dança: «Médico perguntou se eu era humana»

6 Janeiro, 2019

Rita Pereira afastou-se de Lonô duas horas e meia para voltar ao trabalho. Apresentou, dançou e brilhou em Dança com as Estrelas 10 dias depois de ter sido mãe. Até o médico perguntou como era possível. Entrevista exclusiva de Rita à Maria.

Rita Pereira está de volta ao trabalho, dez dias depois de ter sido mãe de Lonô, (27 de dezembro) e de ter levado pontos no parto. A atriz regressa à apresentação de Dança Com as Estrelas e a dançar. Mas afinal, como é que Rita consegue, em tão pouco tempo, estar em forma? A atriz revela tudo em primeira mão e em exclusivo à Maria.

«Não sei muito bem, todas mulheres são diferentes, e cada corpo reage no seu tempo e na sua forma. Sempre fui um bocadinho assim, se me magoava ou assim, o meu corpo curava muito rápido. Sou aquela pessoa que nunca está doente. Em nove meses de gestação eu não estive doente uma única vez, não tive uma constipação, uma febre, um único problema sequer», afirma, satisfeita com a sorte que tem.

Rita explica que tenta manter-se forte e com a energia que se lhe conhece. E mesmo quando está doente não falha aos compromissos profissionais. Por isso, como diz não era com a gravidez e pós parto que iria falhar na apresentação de Dança Com As Estrelas.

«Sou aquela pessoa que nunca falta às gravações por doença. Já fui gravar completamente sem voz, fui para as gravações a desmaiar de febre e mesmo assim estava lá e não faltei. Só se for algo muito grave é que não vou… só se o médico me obrigar é que eu não vou trabalhar por uma doença», interrompe, para continuar o raciocínio.

«A maternidade não é uma doença, mas quando acabamos de dar à luz é como  se estivéssemos um bocadinho doentes, estamos frágeis e temos o corpo por sarar. Correu tudo bem. Foi parto natural, levei pontos como qualquer mulher, mas sarei muito rápido», assume pela primeira vez.

Veja ainda as fotos dos ensaios

Médico perguntou se Rita era humana

Rita Pereira teve alta médica para voltar ao trabalho. «Tive uma consulta dois dias antes de decidir que ia fazer o programa e o meu médico disse que eu estava ótima. Perguntou-me até se eu era humana (risos). Eu respondi que sim, que estava tudo bem. Perguntei se podia sair do hospital e ir correr, ele disse que sim por isso também posso fazer um programa de duas horas e meia a apresentar», partilha.

Veja como Lonô é parecido com Rita Pereira
Rita mostra-se em forma e com barriga lisa

Lonô ficou «muito bem acompanhado»

Questionada com quem ficou Lonô enquanto Rita estava a trabalhar e se lhe custa estar longe dele, Rita responde sem pestanejar. «Claro que que sinto falta de estar com o meu filho, naquelas duas horinhas, é normal, mas também não é por isso que vai mal ao mundo, tenho a certeza», sublinha. «O meu filho está muito bem acompanhado pela família toda, neste caso está muita família com ele, cinco pessoas. Está rodeado de amor suficiente para a mãe se ausentar duas horas e meia», partilha.

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: Arquivo Impala e Redes Sociais

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top