Lifestyle

Elimine nódoas de papa com estas dicas infalíveis

28 Fevereiro, 2021

Nódoa bebé

Tem bebés em casa e não sabe como se livrar daquela nódoa horrível no fatinho do menino? Nós ajudamos. Diga adeus às nódoas com estas dicas.

Dar a papinha aos bebés não é fácil e a cozinha transforma-se num campo de batalha. E quantas vezes as peças vão à máquina e as manchas não saem? Os aliados contra estas nódoas são a água fria e o detergente da loiça. Retire o excesso de comida do tecido, vire-o do avesso e passe-o por água fria. Depois, deite um pouco de detergente da loiça na nódoa e deixe de molho, em água fria, durante meia hora. Lave a peça normalmente.

O truque do vinagre

Para descongelar pedaços de carne à última hora com mais facilidade, coloque o alimento numa taça com água e  algumas gotas de vinagre. A acidez acelera o descongelamento das partículas.

Fotografar a comida pode ajudá-la a emagrecer num ápice

Fotografar comida já é um hábitos enraizado no que ao digital diz respeito. A verdade é que é rara a pessoa que não tire uma ou outra fotografia ao que cozinhou. E também há quem  não resista à tentação de mostrar o que tem à sua frente para comer.

 

Se é  adepta desta prática, não fique triste, nem sinta que esta atividade passou a ser uma banalidade, pelo contrário. Diz um recente estudo publicado na revista Nutrient que aquelas pessoas que fotografam o que comem são mais propensas a seguir hábitos saudáveis, a terem uma melhor saúde e até a perder peso.

Fotografar ajuda a criar um diário nutricional

Diz este estudo que o facto de se fotografar a comida mostra apenas o orgulho na ementa saudável que está a consumir. O facto de as pessoas fotografarem a comida faz com que criem uma espécie de diário alimentar digital, ajudando a que se recordem de tudo o que foram ingerindo ao longo do dia, semanas, meses…

Para esta investigação foram analisados 114 estudantes de nutrição e dietética. Conta o o responsável pelo estudo, que as fotografias que tiravam e o impacto que esse hábito tinha na escolha dos alimentos e nas porções ingeridas foram alvos de avaliação, assim como a capacidade de identificar os alimentos presentes no prato fotografado.

Menos peso, mais saúde

Este estudo serve não só para revelar os efeitos benéficos do hábito de fotografar comida, como também permite que se encontrem formas mais eficazes para os profissionais da área da nutrição incentivarem as pessoas a escolher melhor aquilo que decidem consumir. Logo,  a fotografia pode ser uma ótima aliada na luta contra o excesso de peso e de doenças, como  a diabetes.

Saiba ainda o que comer para emagrecer aqui 

 

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 1 | 0

 
Top